Sul produzirá primeiro satélite privado do país

Projeto será feito pela Visiona Tecnologia, Senai e Embrapii

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Primeiro satélite privado brasileiro será feito em conjunto pela catarinense Visiona, Senai e Embrapii

Começou a ser desenvolvido nesta semana o projeto-piloto do primeiro satélite 100% feito pela indústria nacional. A Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii), o Instituto Senai de Inovação de Santa Catarina e a empresa Visiona Tecnologia Espacial, de São José dos Campos (SP), assinaram o contrato na segunda-feira (21), em Florianópolis. O projeto está orçado em R$ 7,8 milhões, dos quais R$ 2,6 milhões serão financiados pela Emprapii. 

O objetivo é colocar o satélite em órbita dentro de um ano e meio. Ele será  utilizado para experiências a partir de coleta de dados e imagens. O satélite poderá ser usado no monitoramento da agricultura e da pecuária em locais afastados, no controle de frotas de ônibus e poderá utilizar a tecnologia de mapas de calor para definir a distribuição de escolas em determinada cidade, por exemplo. 

A Embrapii está em seu quarto ano de operação e prevê ultrapassa nos próximos quatro meses o total de R$ 1 bilhão aportados em projetos de inovação.


leia também

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: