Walter Lidio Nunes deixará cargo de CEO da CMPC

Maurício Harger assumirá empresa a partir de junho

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Walter Lidio Nunes deixará cargo de CEO da CMPC

O grupo chileno CMPC alterará a presidência da Celulose Riograndense. Walter Lidio Nunes (foto), o atual presidente, deixará o cargo no fim de maio. A decisão foi tomada tendo em vista que o CEO já ultrapassou a idade máxima estabelecida no estatuto do grupo chileno para essa posição. Nunes, que foi convidado a integrar o conselho da Celulose Riograndense, está com 70 anos, cinco anos a mais do que limite previsto. A informação foi noticiada pelo jornal Valor Econômico desta quinta-feira (10).

“O executivo será sucedido por Maurício Harger, de 42 anos, ex-presidente da Mexichem Brasil, dona da marca Amanco. A troca de comando será efetivada em 1º de junho e o processo de transição já foi iniciado. A nomeação de Harger foi comunicada internamente em 25 de abril, acrescentou a Riograndense”, informa o Valor. Conforme a empresa, Harger assumirá a posição de diretor-geral da empresa.

"Com a conclusão do projeto Guaíba 2, ocorrida há mais de dois anos, e com a fábrica operando em condições ideais, o presidente Walter Lidio Nunes e a direção da CMPC entenderam que era a hora ideal para realizarem essa mudança", informou, em nota, a companhia.

leia também

CMPC planeja construir segunda fábrica no Brasil - Lei que veta aquisição de terras por estrangeiros é a principal barreira

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: