Saldo da balança comercial do Sul avança 40% até abril

Diferença entre exportações e importações chega a R$ 3,7 bi

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Saldo da balança comercial do Sul avança 40% até abril

A balança comercial da região Sul mostrou saldo positivo de US$ 3,7 bilhões no total acumulado até abril. Entre janeiro e o mês passado, foram exportados US$ 15,7 bilhões – aumento de 21,5% em relação ao mesmo período do ano anterior, enquanto as importações chegaram a US$ 12 bilhões, alta de 16,6% em relação ao acumulado até abril de 2017. Os números foram divulgados nesta quinta-feira (3) pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC). No acumulado do ano, a região tem um superávit comercial de US$ 3,7 bilhões, um salto de 40,4% frente ao primeiro quadrimestre do ano passado.

Nos números por estado, o Rio Grande do Sul fechou o acumulado até abril com saldo positivo de US$ 4,1 bilhões, enquanto o Paraná teve balanço positivo de US$ 1,8 bilhão. Santa Catarina apresentou saldo de balança negativo em US$ 2,2 bilhões (confira os detalhes no quadro abaixo). 

Os cinco principais destinos das exportações do Sul no mês foram China, Países Baixos (Holanda), Argentina, Estados Unidos e Paraguai. Os principais produtos da pauta exportadora do Sul em abril foram barcos (incluindo guindastes, docas e diques flutuantes), soja (inclusive triturada) e pedaços e congelados de frango. 

Balança Comercial do Sul – Janeiro-Abril de 2018  

 Exportação

 Importação

Saldo

 US$ FOB (A)

 Var (%)

 US$ FOB (B)

 Var (%)

US$ FOB (A) - (B)

RS

7.477.217.326

55,0

3.285.557.140

14,1

4.191.660.186

PR

5.575.268.113

1,0

3.771.348.927

3,2

1.803.919.186

SC

2.719.745.041

3,2

4.956.725.964

31,7

(2.236.980.923)

Total Sul

15.772.230.480

21,5

12.013.632.031

16,6

3.758.598.449


leia também

Alta das importações volta a reduzir saldo da balança comercial - Compras de bens de capital no exterior aumentaram 36,2% em abril, de acordo com o MDIC

Crescimento das importações diminui saldo da balança comercial em março - Apesar da retração, o indicador acumula o segundo melhor resultado da história, avalia Mdic

Importações fazem superávit cair 17% no primeiro semestre - Alta nas importações é explicada pela recuperação econômica

Importações fazem superávit comercial cair 19,6% de janeiro a julho - Apesar do recuo, o resultado foi o segundo melhor da história para o período

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: