Prêmio Gerdau Melhores da Terra abre inscrições

Iniciativa destaca excelência no setor do agronegócio

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Imperador 3.0, da  gaúcha Stara S/A, de Não-Me-Toque, uma das agraciadas na última edição do Prêmio Gerdau Melhores da Terra

Estão abertas as inscrições para a 34ª edição do Prêmio Gerdau Melhores da Terra, reconhecido como uma das principais premiações para o setor de máquinas e instrumentos agrícolas da América do Sul. Fabricantes de equipamentos e máquinas agrícolas poderão se inscrever gratuitamente neste site, onde também está disponível o regulamento completo. 

 A premiação tem como objetivo incentivar a inovação e a excelência no setor do agronegócio, além de oferecer ao mercado a oportunidade de reconhecer o que existe de melhor em máquinas, equipamentos e componentes de uso agrícola. No decorrer de 33 anos de história, o prêmio já reconheceu mais de 200 produtos. As máquinas e equipamentos inscritos serão apresentados durante as edições 2018 da Agrishow e da Expointer, ocasião em que serão avaliados por uma comissão julgadora formada por especialistas das mais conceituadas universidades e instituições de pesquisa agronômica do Mercosul.

Categorias 
Para concorrer à categoria “Novidade Agrishow” (na foto, o produto Imperador 3.0, da  gaúcha Stara S/A, de Não-Me-Toque, uma das agraciadas na última edição) é necessário realizar a inscrição no site do prêmio até o dia 25 de abril e expor o equipamento durante a Agrishow 2018, que ocorre de 30 de abril a 4 de maio, em Ribeirão Preto (SP). A Comissão Julgadora do Prêmio Gerdau Melhores da Terra irá percorrer os estandes das empresas participantes para avaliar os produtos. Já para a categoria “Novidade Expointer”, as inscrições devem ser efetuadas entre 04 de junho e 17 de agosto, e os equipamentos também devem ser expostos para avaliação da Comissão Julgadora durante a Expointer 2018, que ocorre de 25 de agosto a 2 de setembro, em Esteio (RS).


leia também

A China rural não existe mais - A mudança do modelo de crescimento econômico continuará elevando as demandas do país mais populoso do mundo

A transformação digital da agricultura - Tecnologia pode melhorar rendimento de produtores

A vida de uma organização exemplar - Como a Coamo virou um modelo de cooperativismo a ser seguido

Alimentando o mundo em desenvolvimento - Uma nova Revolução Verde dará conta da demanda?

Coamo atinge faturamento de R$ 11,4 bilhões em 2016 - As sobras destinadas aos cooperados totalizam R$ 338,2 milhões

Coamo fatura R$ 10,7 bilhões em 2015 - A maior cooperativa do Sul cresceu 22%

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: