Uma páscoa com toque germânico em Nova Petrópolis

Cidade da serra gaúcha recebe pela primeira vez a Chocofest

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Uma páscoa com toque germânico em Nova Petrópolis

O legado germânico e o jeito simples e aconchegante de uma cidade onde tudo fica perto e é fácil de chegar são os trunfos de Nova Petrópolis para se tornar a capital do coelho de Páscoa a partir deste fim de semana. A cidade, que é berço do cooperativismo e integra a rota das cervejas artesanais, abriu nesta sexta-feira seu tradicional evento “Magia da Páscoa” e, também, uma novidade. Pela primeira vez, sediará a Chocofest, evento que a Rossi & Zorzanello realizou em anos anteriores nas cidades de Gramado e Canela. A expectativa do município é receber mais de 100 mil turistas nesta Páscoa, como informa o secretário de Turismo de Nova Petrópolis, Paulo Roberto Staudt, ao Portal AMANHÃ.

Nova Petrópolis quer ser a capital brasileira da Páscoa com a realização da Chocofest. Como a cidade espera imprimir sua marca neste evento que já foi realizado em outras duas cidades, Gramado e Canela? Que diferencial terá a Chocofest de Nova Petrópolis?
Nova Petrópolis tem um grande diferencial: sua cultura, em especial, baseada nas tradições germânicas. Existe uma grande identificação com a essência da Chocofest que, além da riqueza nos detalhes decorativos e nas atividades lúdicas, traz uma grande bagagem cultural que cativa a família. Entende-se que a Capital Nacional do Cooperativismo ainda traz em suas características, além do forte legado germânico, atividades atrativas às famílias. Por ser uma cidade menor, com menos fluxo turístico do que as vizinhas, os eventos parecem mais aconchegantes e com uma certa tranquilidade no trânsito e na participação das atividades. Esta essência cultural e esta tranquilidade é importante para o turista que sempre deseja conhecer algo novo e diferente. São marcas fortes que fazem a diferença. Ainda registre-se que Nova Petrópolis entendeu que é preciso dar um passo a mais: deixar um passo maior na história de seus eventos, ousando trazer a Chocofest.

Nova Petrópolis já realiza um evento tradicional nesta época do ano, a Magia da Páscoa. Agora, com o Chocofest, terá dois eventos. Pode existir alguma sobreposição nestas duas marcas de evento? Uma delas pode ser descontinuada? Ou o plano é manter a dualidade de marcas? Não há o risco de distribuir energia e foco sobre dois eventos?
A Magia da Páscoa vem acontecendo há 10 anos na cidade. É um evento consagrado e que teve um retorno muito expressivo em sua última edição. Muito elogiado, em especial pela sua decoração, recebeu em torno de 40 mil pessoas em 2017. Em 2018, a Magia da Páscoa abre as portas e recebe a Chocofest, o que significa um incremento significativo na decoração e nas atividades lúdico-culturais. O evento do Município traz esta grande novidade, trabalhando duas marcas importantes. O objetivo é dar continuidade a esta parceria, mantendo-se a ideia da visita da Chocofest à Magia da Páscoa. Não haverá conflitos de marcas ou informações, o que já se percebe na decoração, por exemplo. Há uma grande proximidade da decoração existente dos dois eventos, em especial, pelas características germânicas. É como dizer: a Chocofest foi criada para acontecer em Nova Petrópolis, simplesmente germânica. Portanto, existe uma marca na cidade (Magia da Páscoa) que não deixará de existir, por estar fazendo história e existe uma marca nacional e internacional (Chocofest) que chega para potencializar o que já existe.

Qual o retorno econômico esperado pelo município de Nova Petrópolis com o Chocofest?
O município de Nova Petrópolis visa a potencializar a economia em seus diversos setores (hotelaria, gastronomia, comércio). Com a previsão de receber entre 100 mil a 150 mil pessoas, no período do evento, o município será projetado ainda mais a nível nacional e internacional, o que instiga e traz cada vez mais pessoas. A cidade é um destino barato, comparado às vizinhas, mas com os mesmos produtos de qualidade, o que faz com que o turista compre aqui e usufrua dos serviços oferecidos. Com a efetivação deste número de turistas previstos, certamente haverá a lotação máxima da rede hoteleira e gastronômica, além de um significativo aumento nas vendas do comércio (malhas, calçados e outros produtos da cidade).


leia também

Serra Gaúcha tem nova capital da Páscoa - Nova Petrópolis passa a sediar Chocofest

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: