Uma história guiada pela inovação

Para consolidar investimentos, a Tuper busca o que há de novo no setor

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Para consolidar seus investimentos, a Tuper busca o que há de novo no setor

O trecho a seguir faz parte do livro “Santa Catarina – Grandes Marcas”, publicado pelo Instituto AMANHÃ.


Uma das maiores processadoras de aço do país nasceu da iniciativa coletiva de um grupo de empreendedores disposto a diversificar a economia de São Bento do Sul — região caracterizada por seu polo moveleiro —, investindo em segmento inovador: a metalurgia. Assim, em 1971, surgiu a Sicap, produzindo escapamentos automotivos para o mercado de reposição. Mais tarde, a empresa se consolidaria com a marca Tuper.

Quatro décadas depois, a empresa construiu um amplo portfólio de produtos contemplando, além dos escapamentos automotivos, tubos de aço carbono pretos e galvanizados para aplicações industriais, estruturais e de condução; tubos API; eletrodutos galvanizados; perfis estruturais metálicos; peças e componentes automotivos; sistemas de exaustão para veículos originais; sistemas de coberturas metálicas; lajes nervuradas; escoras metálicas; andaimes; chapas de aço e slitters. A evolução da sua linha de produtos acompanha as tendências do mercado e atende às mais exigentes normas nacionais e internacionais. Sua trajetória mostra que a companhia tem se aprimorado para oferecer soluções inovadoras e competitivas a setores expressivos da economia, como automotivo, construção civil, industrial, agronegócio e energia.

A atuação empreendedora de seus executivos, sob a liderança de Frank Bollmann, tornou a Tuper uma das 500 maiores empresas brasileiras, segundo o anuário Melhores e Maiores, além de constar entre as 100 principais companhias da região Sul pelo levantamento Grandes & Líderes da revista AMANHÃ. Com um crescimento sustentável, a Tuper se consolidou como uma das maiores transformadoras de aço do Brasil, segundo o ranking do Instituto Nacional dos Distribuidores de Aço, tendo capacidade produtiva para processar 826 mil toneladas de aço por ano. Tamanha produção é permitida pela sua enorme estrutura, com um parque fabril de 118 mil m² de área construída.

Para consolidar seus investimentos em tecnologia e inovação, a Tuper busca conhecer o que há de novo no setor, participando e visitando feiras, empresas e eventos pelo Brasil e exterior, além de firmar parcerias dentro e fora do país para manter sua equipe atualizada e conectada com o que há de mais moderno em sua área de atuação. 


leia também

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: