Não adquiriu dólar perto de R$ 3? Então é melhor esperar

Rompimento do gatilho de R$ 3,12 afasta oportunidade de compra

Por Infomoney

Não adquiriu dólar perto de R$ 3? Então é melhor esperar

O dólar está voltando a registrar alta frente ao real acompanhando o movimento exterior. A moeda tem ficado no patamar de R$ 3,1568 na compra e R$ 3,1590 na venda, se afastando cada vez mais da cotação de R$ 3 alcançada na semana passada. O fato tira oportunidades de compra no curto prazo, revela José Faria Júnior, diretor de câmbio da Wagner Investimentos. Segundo ele, a moeda rompeu um importante gatilho de R$ 3,12, ponto que várias tesourarias usavam como stop, destravando o movimento de alta. "Enquanto estava abaixo desse gatilho e perto de R$ 3, o momento era de compra. Agora é melhor esperar nova definição de equilíbrio da moeda, que virá até o dia 5 de junho", alerta.  

A nova cotação de equilíbrio do dólar está ligada a uma forte agenda que se concretizará na primeira semana de junho. Serão ao menos nove eventos. "É muito importante, por exemplo, que até o dia 5 de junho tenhamos a solução da Grécia", afirma. Além disso, o movimento no Brasil é acompanhado da retomada do Dollar Index – que negocia a moeda norte-americana em relação a uma cesta de seis rivais – e volta para tendência de alta no médio prazo. "O que significa nova rodada de queda das commodities e demais moedas", avisa Faria Júnior. Entre os eventos a observar nos, Júnior destaca votações no Congresso e acordo da Grécia nos próximos dias, além da reunião do Copom no dia 3 de junho e o Relatório de Emprego nos Estados Unidos que será anunciado no dia 5.



leia também

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: