Que tal ter um vinho próprio baseado em seu DNA?

Vinícola norte-americana usa genética para personalizar a bebida

Por Marcos Graciani

graciani@amanha.com.br

Vinome usa genética para personalizar vinho de seus clientes

Todos sabemos que o mundo vinícola é repleto de modismos e marketing de ocasião. Porém, nos Estados Unidos, essas características subiram alguns degraus. Por lá, a moda agora é utilizar o DNA do consumidor para oferecer vinhos que estejam de acordo com seu paladar. A Vinome, por exemplo, oferece um teste genético para criar um perfil exclusivo – não sem antes desembolsar US$ 109,99 (algo como R$ 346,46). 

Desse modo, o cliente tem acesso a vinhos selecionados exclusivamente para ele. Também é possível participar de um clube e receber garrafas em casa em períodos regulares. Existe a opção de compra pelo site. A vinícola defende a tese que os genes afetam o gosto e o cheiro, o que influencia nas preferências das pessoas pela bebida. A repórter Lydia Ramsey, da Business Insider, fez o teste. Especialista em saúde, ela revelou toda a experiência em uma longa reportagem (confira aqui, em inglês). Leia e tire suas próprias conclusões. 


leia também

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: