Por que a universidade decidiu ir ao Shopping

Alessandra Chemello, presidente da UniRitter, de Porto Alegre, explica a decisão de instalar um novo campus no Iguatemi

Por Eugênio Esber

eugenioesber@amanha.com.br

Alessandra Chemello, presidente da UniRitter, de Porto Alegre, explica a decisão de instalar um novo campus no Iguatemi

A clássica imagem do campus universitário como um local de retiro, paz e reflexão vai sendo relegada ao esquecimento à medida que o ensino superior sai à procura de novos caminhos para se manter relevante.  Neste mês, a UniRitter, de Porto Alegre, anunciou a instalação de um novo campus em um dos maiores shopping centers do Sul do país, o Iguatemi, de Porto Alegre.  Com capacidade para receber até 4 mil alunos, o novo campus começa a funcionar neste semestre. “Estamos felizes com o fato de que todo o campus foi pensado olhando para o futuro”,  diz Alessandra Chemello (foto), a presidente da UniRitter.  Na entrevista a seguir, Alessandra expõe as razões para a aposta da UniRitter.

O que a UniRitter levou em consideração ao decidir pela estratégia de instalar seu novo campus em um dos principais shopping centers de Porto Alegre?
Nosso foco de decisão sempre é o interesse do estudante. Assim, tudo o que fazemos tem como propósito melhorar a nossa oferta de ensino para garantir uma formação de excelência. É um objetivo muito desafiador, considerando que vivemos uma época de transformações constantes, com impacto em todas as dimensões da vida e é nesse contexto que ter um campus e proporcionar uma experiência de ensino em um grande centro comercial e de serviços está inserido. Com o planejamento deste campus, levamos em consideração a ampliação de nossa presença em Porto Alegre e Região Metropolitana, reforçando uma estratégia multicampi, que está centrada na aproximação da instituição com nosso público. Assim, o novo espaço no Iguatemi foi pensado com o olhar no futuro, com ambientes multiuso, flexíveis e interativos, para impulsionar a criatividade, a multidisciplinaridade, a circulação de ideias e o empreendedorismo. Nas diversas pesquisas que realizamos sistematicamente, percebemos a preocupação do jovem estudante em conciliar seus estudos com sua vida profissional. Na realidade das universidades, a maioria dos estudantes divide seu tempo entre estudo e trabalho, especialmente porque iniciar a vida profissional logo no início do curso é fundamental para promover a empregabilidade. Nesse sentido, dar opções de escolha, de modo que o aluno possa gerir a organização de sua rotina de vida, é importante. Da mesma forma, levamos em consideração a internacionalidade. Por isso, ofereceremos cursos com duplas titulações e outros com disciplinas em inglês, como mais uma oportunidade de fomentar a empregabilidade. Acreditamos que uma formação contemporânea deve proporcionar experiências plurais, que contribuam para as melhores escolhas de vida dos alunos e é uma satisfação contribuir para o desenvolvimento da região.

A UniRitter seguiu algum modelo bem-sucedido de integração de faculdade com centro de compras e de lazer?
Nossa proposta é amparada em pesquisas e na interação com nossos alunos e com a comunidade acadêmica, que, por diferentes canais, dialogam conosco, opinam, sugerem, enfim, é um processo constante com vistas à melhoria contínua. Estar no Shopping Iguatemi responde a muitas questões. Representa muito mais que apenas dar conveniência ao estudante, por estar em um grande centro comercial. Representa inseri-lo em uma das regiões de Porto Alegre que mais crescem, em um ambiente pulsante onde muitas atividades econômicas, comerciais e de serviços estão à disposição, para o aluno usufruir como cliente, mas também inspirador do ponto de vista de carreira profissional.

Na sua opinião, o que está mudando na forma como o jovem vê o ensino superior, e que exigências esta nova visão trazida pelos chamados millennials impõe às universidades?
Independentemente da geração, todo o aluno busca, em primeiro lugar, qualidade. Busca uma formação sólida e consistente que o prepare para os desafios do mercado de trabalho. E, nesse sentido, o mercado de trabalho vem exigindo um perfil de profissional mais globalizado, conectado, ágil, sem falar, claro, do conhecimento técnico de sua profissão. Além disso, é possível perceber que o aluno universitário, cada vez mais, busca organizar sua vida para dar conta de inúmeras demandas, estudo, trabalho, lazer, etc. Precisam dividir sua atenção e tempo entre múltiplas atividades. Eles têm acesso rápido à informação, usam a tecnologia em todas as suas atividades e buscam o que há de melhor, entre as inúmeras possibilidades que lhes são oferecidas. Nossa área acadêmica é dedicada a ter trocas com nossos estudantes para compreender o seu perfil. Dessa forma, entendemos que o conceito tradicional de grandes campi, onde a cidade precisa convergir para a vida no campus, pode ser repensado, para dar oportunidade ao estudante de escolher aquilo que mais lhe favorece. Claro que, em primeiro lugar está a qualidade do ensino, a excelência acadêmica, que é a marca dos 46 anos da UniRitter. Tenho certeza de que o nosso novo campus é um marco de inovação para a nossa instituição e também para a cidade, porque reúne a expertise de ensino e a comodidade de estar em um local completo em termos de infraestrutura de serviços das mais variadas naturezas e com ampla acessibilidade. 


leia também

UniRitter anuncia novo campus no Rio Grande do Sul - Shopping Iguatemi receberá unidade da instituição

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: