Produção de veículos deve ter alta de 13,2% neste ano

A capacidade ociosa do setor ainda é elevada, avalia Anfavea

Por Agência Brasil

redacao@amanha.com.br

Produção de veículos deve ter alta de 13,2% neste ano

A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) estimou crescimento de 13,2% na produção de veículos em 2018, com a produção de 3,5 milhões de unidades no ano. Para os emplacamentos, a projeção é de crescimento de 11,7%, e para as exportações, 5%. Segundo balanço divulgado, a produção de veículos cresceu 25,2% no país em 2017 em comparação com 2016. Foram produzidos 2,699 milhões de veículos. “É um número melhor que 2016 e melhor que 2015, mas ainda com um milhão de unidades a menos do melhor ano que foi 2013 [quando se produziram 3,713 milhões de unidades]. Mas é positivo que a gente volte a produzir. A capacidade ociosa do setor ainda é elevada”, analisa Antonio Carlos Botelho Megale, presidente da Anfavea.

“O setor vem, desde 2012, apresentando queda. Em 2016, ele começou a apresentar um primeiro crescimento de produção, devido ao aumento nas exportações, e no ano passado esse crescimento foi substancial porque, além de aumentarmos muito as exportações, aumentamos o mercado interno. Por isso é que veio um crescimento mais robusto", afirma Megale. No entanto, quando se considera apenas o mês de dezembro, a produção teve queda de 14,2% em relação a novembro, o que, segundo o presidente da Anfavea, é algo natural e já esperado por causa do período de férias coletivas.

As exportações que bateram o recorde histórico em 2017. Mais de 762.033 veículos foram exportados no ano passado, aumento de 46,5% em relação a 2016. O melhor ano havia sido em 2005 com a exportação de cerca de 725 mil veículos. Isso se deve ao câmbio favorável, aos acordos comerciais feitos pelo governo federal e aos avanços nas vendas de veículos brasileiros para o Uruguai, a Argentina e o Chile. O recente acordo fechado com a Colômbia aumenta o otimismo para este ano.

Licenciamentos e empregos
Entre janeiro e dezembro de 2017, 1,995 milhões de veículos [incluindo veículos leves, caminhões e ônibus] foram licenciados no país, aumento de 12,3% em comparação a 2016. Em dezembro foram emplacados 186.858 veículos, crescimento de 2,3% em relação a novembro e de 4,5% em comparação a dezembro do ano passado. O setor apresentou crescimento no número de empregos, que passou de 121.178 em 2016 para 126.696 no ano passado, aumento de 4,6%. Esse foi o primeiro fechamento do ano em que tivemos crescimento nos últimos anos. O melhor ano foi 2013, com 157 mil empregos.

Megale destacou que as montadoras trouxeram de volta trabalhadores que estavam afastados por lay-off [suspensão temporária de contrato] ou pelo Programa Seguro Emprego (PSE), que permite a redução de jornada e de salários. De acordo com ele, no final de dezembro havia 1.885 funcionários nesse tipo de situação, sendo 949 em lay-off e 936 em PSE. Em março de 2016, quando houve o auge desses programas, 38 mil pessoas estavam com restrição de jornada. Já no final de dezembro de 2016 o número era de 9 mil.


leia também

Produção de veículos aumenta 27,1% até novembro - De acordo com a Anfavea, setor ainda tem capacidade ociosa de 45%

Produção de veículos cresce 14,6% até março - A venda de automóveis registrou alta de 13,7%

Venda de veículos cresce 17,7% em julho - Alta foi constatada na comparação com igual período de 2017

Vendas de veículos aumentam 38,5% em um ano - O resultado é o melhor desde abril de 2015, nota Anfavea

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: