Prosperidade a salvo das distrações

O MindFulness tem espaço a ganhar nas corporações

Por Carla Lubisco*

Carla Lubisco explica como o MindFulness tem espaço a ganhar nas corporações

O tempo máximo que conseguimos nos manter focados em alguma tarefa é de apenas 11 minutos, em média. Experimente começar a escrever um texto. Em alguns segundos, o telefone vai tocar, ou notificações de dezenas de aplicativos roubarão sua atenção. Depois da interrupção, levamos de 10 a 20 minutos para recomeçar o que estávamos fazendo. Ou seja, tempo demais para um cenário de demandas cada vez mais urgentes no mundo corporativo. 

Nos desacostumamos a ficar no presente e focados na atividade que está sendo realizada em determinado momento. Os constantes apelos pela desconcentração acumulam tarefas e fazem com que projetos demorem mais para serem finalizados. Um cenário que gera ansiedade, estresse e dificuldade de gerenciar a agenda – todos inimigos da produtividade que as empresas tanto esperam de suas equipes. Mas não há como escapar, pois as novas tecnologias demandam cada vez mais absorção de tempo. Desse modo, o desafio passa a ser a manutenção do equilíbrio, mesmo que estejamos altamente conectados. 

Por essa razão, o MindFulness veio para fincar raiz no ambiente corporativo. Não é sem motivo que as companhias mais inovadoras do mundo, no Vale do Silício, já estão apostando nesta prática. No Brasil, alguns projetos também começam a ser implantados, especialmente pelas multinacionais que trazem a percepção da importância do tema nos mercados mais desenvolvidos onde atuam. 

Exercitar o foco aumenta o equilíbrio, reduz a ansiedade e ajuda a eliminar aquela sensação de que a situação está fora do controle. O estado de atenção plena, estimulado pelos exercícios de MindFulness, se reflete em uma maior habilidade de avaliar com clareza as situações que surgem no dia a dia, algo fundamental para a tomada de decisões corretas. Ao acalmar e reenergizar a mente, a sensibilidade, a criatividade e a capacidade de inovação alcançam patamares promissores. Yoga e meditação também podem ajudar a reduzir os efeitos nocivos do envelhecimento mental. A Universidade da Califórnia realizou testes cognitivos através de uma varredura cerebral. Os resultados mostraram melhora do humor, da memória visual e espacial e da comunicação entre partes do cérebro que controlam a concentração. 

Por isso, o MindFulness é uma ferramenta que ajuda as pessoas a viverem melhor e, por consequência, as empresas a despertarem nos seus profissionais um novo estado mental capaz de apoiar as rotinas. É uma atividade voltada para qualquer um que queira desacelerar um pouco, e aliviar os sintomas do estresse e da ansiedade. É um momento para a pessoa ficar concentrada, ter uma compreensão mais orgânica do seu corpo e da sua mente e se sentir mais livre para fazer as suas escolhas. Na economia do conhecimento, os profissionais que conseguirem gerenciar as suas habilidades de concentração, sem distrações, terão mais chances de prosperar. 

*Consultora em qualidade de vida e MindFulness. 


leia também

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: