Senac-RS conquista Prêmio Ibero-Americano da Qualidade

Fundibeq procura divulgar boas práticas de gestão

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Senac-RS conquista Prêmio Ibero-Americano da Qualidade

O Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial do Rio Grande do Sul (Senac-RS) é a primeira instituição de ensino do Brasil a receber o Prêmio Ibero-Americano da Qualidade, reconhecimento máximo à excelência em gestão da Ibero-América. O principal objetivo do prêmio, que foi criado em 1999 como um dos Programas de Cooperação da Cúpula Ibero-Americana de chefes de estado e de governo, é o de contribuir para elevar o nível de competitividade das organizações ibero-americanas; divulgar boas práticas de gestão; promover o desenvolvimento sustentável; além de destacar e reconhecer a qualidade das empresas. Coordenado pela Fundibeq (Fundación Iberoamericana para la Gestión de la Calidad), participam do processo de avaliação 22 países.

Para o diretor regional do Senac-RS, José Paulo da Rosa, a premiação mostra que os processos adotados atualmente pela instituição permitem o monitoramento de indicadores e a realização de análises críticas para identificação constante de oportunidades de melhoria. “Nosso principal desafio é utilizar e manter um sistema de gestão que priorize o atingimento de resultados, tanto financeiros quanto para nossos alunos e sociedade. Para isso, devemos pensar a empresa como uma organização competitiva e sustentável, sem deixar de sermos uma instituição que promove o desenvolvimento da sociedade”, avalia o dirigente.

O Senac-RS integra, desde 2003, o PGQP – Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade. Em 2008, a instituição começou a participar do PQRS – Prêmio Qualidade RS, além de ter a certificação ISO 9001. No total, já são 148 prêmios no PQRS, o reconhecimento como empresa destaque no Critério Clientes no Prêmio Nacional da Qualidade (PNQ) em 2015, levando, em 2016, a se tornar a única instituição de ensino do país a ganhar o PNQ, prêmio máximo à excelência do Brasil.


leia também

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: