Catarinense YPY planeja tomar o Sul no verão

Fábrica de sorvetes mira o Paraná e o Rio Grande do Sul

Por Marcos Graciani

graciani@amanha.com.br

Catarinense YPY planeja tomar o Sul no verão

A YPY Sorvetes Premium (foto), de Florianópolis, planeja invadir o Sul no próximo verão. O plano está traçado para chegar aos mil pontos de venda nos litorais de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul, um crescimento de aproximadamente 20% em relação ao ano passado. Mais da metade (58%) ficará em solo catarinense enquanto os 420 restantes estarão abaixo do Mampituba. “É o segundo verão que estaremos presentes no Rio Grande do sul. Nosso primeiro distribuidor no Estado é da Serra e está com estrutura comercial desde fevereiro de 2015”, recorda Marcelo Baracuhy, diretor de desenvolvimento de produtos da YPY. “Entre novembro e março de 2018, pretendemos atingir um aumento de 60% em relação ao mesmo período do ano passado”, antecipa o executivo. As ações estão sendo planejadas por uma equipe que inclui, além de Baracuhy, o consultor de marketing e ex-presidente da ADVB/SC, Octávio Lebarbenchon Neto. Com isso, a companhia deverá atingir um faturamento de R$ 6 milhões neste ano – 40% desse valor só na temporada de verão que está começando.

A estratégia é fomentar o mercado com parceiros locais (distribuidores). Atualmente, a YPY tem parceiros na Grande Florianópolis, no Sul e Norte de Santa Catarina, na Grande Porto Alegre, no litoral e na serra gaúcha. Agora está sendo iniciado na Grande Curitiba. Para 2018, o plano é ampliar a presença no Paraná e aterrissar em São Paulo. Mas os planos alvissareiros não param por aí. “Pretendemos estar presentes em Maringá e Londrina, no norte paranaense, além da Grande São Paulo, litoral e interior paulistas,  Rio de Janeiro e Belo Horizonte”, antecipa Baracuhy. 

Um dos diferenciais dos produtos comercializados pela YPI é que a fórmula não inclui gordura trans e glúten. A companhia ainda tem uma linha dedicada aos consumidores que possuem restrição à lactose. 


leia também

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: