MP pede que ex-diretores do Badesul devolvam R$ 40 mi

Empréstimo foi concedido para a Iesa Óleo e Gás

Da Redação, com Agência Brasil

redacao@amanha.com.br

MP pede que ex-diretores do Badesul devolvam R$ 40 milhões

O Ministério Público de Contas do Rio Grande do Sul emitiu parecer pedindo indisponibilidade de bens e multa de R$ 40 milhões aos ex-gestores do Badesul . Segundo o MP, eles atuaram na concessão de empréstimo à Iesa Óleo e Gás. O documento é assinado pelo procurador-geral Geraldo Da Camino. Em 2012, para liberar o financiamento à empresa, a direção do Badesul desconsiderou normas para flexibilizar as análises de crédito e de risco, além de aceitar garantia insuficiente e acelerar o processo de liberação.

Após o período de carência, a Iesa não pagou as prestações devidas, encerrou as atividades em Charqueadas e entrou em recuperação judicial. O Badesul ficou com o prejuízo de R$ 40 milhões, valor repassado pela agência de fomento do governo gaúcho em três parcelas entre setembro de 2012 e janeiro de 2013. O Ministério Público de Contas requereu o bloqueio de bens dos ex-diretores Lindamir Verbiski, Luís Alberto Bairros, Marcelo Lopes, Mario Oliveira e Pery Sperotto Coelho. A partir do parecer, o processo segue para o TCE, onde o caso será julgado, sem data prevista. 

leia também

A balança da produção está mudando – de novo - Karen Reddington, CEO da FedEx Ásia Pacífico, avalia mapa global da indústria

Acordos comerciais fortalecem exportação catarinense - A indústria de cerâmica é uma das primeiras beneficiadas

Alta no preço do gás natural surpreende indústria de SC - Tarifa do insumo recebeu elevação média de 10%

As jabuticabas tributárias fazem o Brasil ser injusto - Opinião é de Rafael Nichele, novo presidente do IET

Atividade econômica do Sul cai 2,5% em 2015 - Queda foi puxada por desempenho negativo do comércio e da indústria

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: