Banrisul alcança lucro de R$ 536,7 milhões até setembro

O patrimônio líquido atingiu R$ 6,7 bilhões

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Banrisul alcança lucro de R$ 536,7 milhões até setembro

O Banrisul alcançou lucro líquido de R$ 536,7 milhões até setembro. O resultado recorrente, que exclui as despesas do Plano de Aposentadoria Voluntária e os efeitos fiscais, totalizou R$ 587,9 milhões, 18,9% acima do apurado no mesmo período de 2016. A rentabilidade anualizada sobre o patrimônio líquido médio foi de 12,1%.

O desempenho nos noves meses de 2017, frente ao mesmo período do ano anterior, reflete o menor fluxo de despesas de provisão para crédito; a estabilidade da margem financeira; o crescimento, ainda que moderado, das receitas de tarifas e serviços e a elevação das despesas administrativas – estas, decorrentes do custo variável representado pelo volume de operações da rede de adquirência e da produção de crédito consignado através da promotora de vendas, não constituindo custo fixo, estando relacionadas ao incremento de negócios.

O patrimônio líquido atingiu R$ 6,7 bilhões em setembro de 2017, expansão de R$ 259,0 milhões ou 4,0% em um ano. Os ativos totais apresentaram saldo de R$ 71,3 bilhões em setembro de 2017, crescimento de 5,1% em relação a setembro de 2016, ampliação proveniente, especialmente, do aumento dos depósitos. Em setembro de 2017, o total de recursos captados e administrados registrou saldo de R$ 60,7 bilhões. Os depósitos totais alcançaram R$ 45,4 bilhões no período, com incremento de 11,2% ou R$ 4,6 bilhões em 12 meses.

O saldo das operações de crédito do Banrisul totalizou R$ 30,5 bilhões em setembro de 2017, com expansão de 1,1% ou R$ 345,3 milhões nos 12 meses. A carteira de crédito comercial às pessoas físicas, refletindo a estratégia de negócios do Banrisul, apresentou crescimento de R$ 2,5 bilhões ou 18,9% nos 12 meses, alcançando saldo de R$ 15,5 bilhões em setembro de 2017. A evolução foi impactada, especialmente, pelo aumento do crédito consignado.

leia também

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: