Randon tem lucro de R$ 22,6 milhões no terceiro trimestre

Empresa vê ambiente mais favorável aos negócios no país

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Randon tem lucro de R$ 22,6 milhões no terceiro trimestre

A melhora dos indicadores econômicos, como a queda da Selic e a redução da inflação, está proporcionando um ambiente mais favorável aos negócios no país. À primeira vista, a recuperação da economia parece evidente, mas um olhar mais cuidadoso mostra que salvo o agronegócio, que registra forte crescimento, os setores da indústria e de serviços ainda enfrentam dificuldades. Essa é uma das conclusões do relatório trimestral das Empresas Randon publicado nesta quinta-feira (9).

Na visão da companhia de Caxias do Sul, o mercado de semirreboques reflete este cenário.  Apesar dos volumes estarem melhorando gradativamente mês a mês, o acumulado até setembro ainda apresenta volumes mais baixos que o mesmo período de 2016. O fato positivo é o desempenho das vendas da companhia, que vem registrando importante crescimento, reflexo do ganho de market share, que atingiu 39,2%, no acumulado do ano. 

Tanto é que a receita líquida consolidada no terceiro trimestre atingiu R$ 773,7 milhões, aumento de 35,7% no comparativo com o mesmo período de 2016. No acumulado do ano, houve um avanço de 4,1% ante igual intervalo de 2016 (R$ 2,1 bilhões). O lucro líquido foi de R$ 22,6 milhões entre julho e setembro. No terceiro trimestre de 2016, o indicador tinha fechado no vermelho (prejuízo de R$ 16 milhões). Até setembro, a Randon acumula ganho de R$ 43,1 milhões. Um ano antes a companhia contabilizava um prejuízo de R$ 18,7 milhões.

“Já o segmento de caminhões apresenta cenários bem diferentes para o mercado doméstico e para o mercado externo. Enquanto no Brasil os volumes permanecem fracos, no mercado externo, os volumes apresentam crescimento de 40,9% nos nove meses de 2017, impactando positivamente a produção total de veículos e beneficiando as empresas de autopeças”, revela, ainda, a Randon em seu comunicado.


comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: