Capacidade de estoque de grãos é de 168 mi de toneladas

Soja representa o maior volume no país, revela estudo do IBGE

Por Agência Brasil

redacao@amanha.com.br

Capacidade de estoque de grãos do país é de 168 mi de toneladas, revela IBGE

A capacidade total de estoque de produtos agrícolas do país fechou o primeiro semestre em 168 milhões, mostrando estabilidade em relação ao trimestre imediatamente anterior, mas o volume estocado de janeiro e junho deste ano ficou em 58,7 milhões. Os dados foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e revelam que a soja representou o maior volume estocado (34,9 milhões de toneladas), seguida pelos estoques de milho (13 milhões), arroz (4,9 milhões), trigo (2,4 milhões) e o café (898,4 mil).

Já o número de estabelecimentos ativos existentes no primeiro semestre do ano caiu 0,1%. Neste primeiro semestre, o total de estabelecimentos era de 7.821, contra 7.829 existentes no segundo semestre de 2016. A região Nordeste foi a única que teve acréscimo no número de estabelecimentos ativos, registrando alta de 6,5% em relação ao último trimestre de 2016, enquanto a região Norte teve o maior recuo (4,1%), entre um período e outro.

A Pesquisa de Estoque 2017 do IBGE indica, também, a predominância dos silos na rede armazenadora do país, com capacidade para guardar no primeiro semestre do ano 79,2 milhões de toneladas, um crescimento de 2,5% em relação ao segundo semestre do ano passado; seguido dos graneleiros e granelizados que fecharam o semestre com capacidade útil de armazenamento de 63 milhões de toneladas – neste caso anotando queda de 1,9% sobre os últimos seis meses do ano passado.

Cinco principais produtos apresentam alta no estoque, com destaque para a soja cujo número representou o maior volume (34,9 milhões de toneladas); seguido pelo estoque de milho (13 milhões); arroz (4,9 milhões); trigo (2,4 milhões); e café (898,4 mil toneladas). Juntos, estes produtos representam 95,5% da massa de grãos estocada entre os produtos monitorados pela pesquisa. O IBGE informou, que em junho, a safra de soja se encontrava praticamente colhida em sua totalidade, com a produção recorde estimada em 115,1 milhões de toneladas, um acréscimo de 19,5% em relação ao ano anterior. Segundo o instituto, “a produção foi favorecida pelas ótimas condições climáticas desde o plantio até a colheita”.

leia também

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: