Peterle, o empreendedor de muitas fronteiras

Um italiano que gosta de gado, um pecuarista que gosta de vinhos: eis o fundador da Dunamis

Por Eugênio Esber

eugenioesber@amanha.com.br

José Antônio Peterle, fundador da Agropecuária Peterle e dos Vinhos Dunamis

Um descendente de italianos nascido em Cotiporã, na serra gaúcha, junta suas economias, e as de sua família, para produzir vinhos finos. Este enredo pode parecer típico e até certo ponto comum. Tão comum quanto o de um agrônomo que no início dos anos 80 se estabelece em Dom Pedrito e decide que ali, a 440 quilômetros de Porto Alegre, na fronteira com o Uruguai, investirá em produção de arroz e soja e na criação de gado de corte. A peculiaridade, aqui, é o encontro destes dois perfis em uma mesma figura, o empreendedor José Antônio Peterle (foto), fundador da Agropecuária Peterle e dos Vinhos Dunamis, o mais jovem negócio do grupo que ele comanda com a família. 

Os negócios agrícolas baseados na região da Campanha ainda predominam, mas as premiações constantes conquistadas pelos vinhos e espumantes da Dunamis sugerem que Peterle e sua turma continuam desbravando novas fronteiras. Um dos dois  irmãos de José Antônio, Gilmar Peterle, gerencia a área de produção agrícola. O outro irmão, Paulo Henrique Peterle, lidera a produção de maçãs no município de Palmas, no Paraná. 

Acompanhe, a seguir, a entrevista de José Antônio Peterle concedida com exclusividade ao Portal AMANHÃ.  


leia também

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: