Ibagy: uma história de tradição e modernidade

Marca tira proveito do crescimento da Grande Florianópolis

Da Redação

redacao@amanha.com.br

A força da marca faz a Ibagy tirar proveito do crescimento da Grande Florianópolis

O trecho a seguir faz parte do livro “Santa Catarina – Grandes Marcas”, publicado pelo Instituto AMANHÃ.


O Brasil acabara de ser tricampeão mundial de futebol quando Ady José Ibagy fundou a A. J. Ibagy, firma individual que posteriormente tornou-se a Ibagy Imóveis. Naquela época – setembro de 1970 –, a Ilha de Santa Catarina, parte do município de Florianópolis, era acessível apenas pela ponte Hercílio Luz. Os turistas eram poucos e só então começavam a descobrir as belezas das mais de 40 praias da capital catarinense – à época, ainda longe de se tornar a paixão de milhares de paulistas, gaúchos e paranaenses que, nas décadas seguintes, desembarcariam por aqui. As negociações para a locação de imóveis dependiam muito de acordos de confiança, o que exigia do corretor o bom relacionamento com os clientes. O atendimento era pessoal, sem muita ajuda do telefone – artigo de luxo na época –, e as relações guardavam ares de província.

Trinta e tantos anos depois, a antiga via de acesso à cidade não recebe mais carros ou pedestres – mas segue como o maior cartão postal do Estado. O número de moradores foi multiplicado. Os turistas chegam às centenas de milhares todos os anos e o perfil urbano da cidade mudou de forma significativa. As transformações alcançaram também a maneira como famílias procuram casas ou apartamentos para alugar ou comprar. Mas algo segue imutável: a credibilidade – componente essencial que garante a sobrevida de qualquer marca no disputado mercado imobiliário.

História de sucesso
Nascida em 1970, a Ibagy ganhou força a partir de 1977, com a aquisição de uma sede mais ampla no bairro Estreito. Nos anos que se seguiram, o mercado imobiliário de Florianópolis também deu um grande salto. De um lado, mais imóveis comerciais e residenciais estavam disponíveis para locação. De outro, mais pessoas migravam para Florianópolis em busca dos encantos que a capital catarinense poderia oferecer. Os números do IBGE impressionam: em 1970, a capital catarinense tinha pouco mais de 143 mil habitantes. Em 2010 eram 421 mil. Não é de estranhar que um pouco antes, em 2007, a Ibagy tivesse identificado a necessidade de ampliação e aberto a segunda unidade, chamada Agência Centro. Instalada na Avenida Rio Branco, no Centro – em um espaço moderno e com ambientes integrados.

A força da marca em toda a região é importante também para que a Ibagy tire proveito de um fenômeno importante: o crescimento de toda a chamada Grande Florianópolis. Em São José e Palhoça, cidades que registram expansão populacional e econômica importante nos últimos anos, a empresa também tem unidades. Os números do IBGE indicam que o total de habitantes nos dois principais vizinhos da capital saltou de 275 mil pessoas, em 2000, para 347 mil, dez anos depois. 


leia também

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: