Fed reduz estímulos e mantém taxa de juros

EUA acumulou títulos durante o programa lançado em 2008

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Fed reduz estímulos e mantém taxa de juros inalterada

O Federal Reserve (Fed, o Banco Central dos Estados Unidos), anunciou nesta quarta-feira (20) que vai dar início, a partir de outubro, a uma redução gradual do programa de estímulo à economia. O Fed reduzirá sua carteira de títulos do Tesouro e hipotecário, que foi ampliada após a crise de 2008 para injetar dinheiro na economia norte-americana.
A medida já era esperada pelo mercado. O volume de títulos a vencer, atualmente em US$ 4,2 trilhões, será cortado a princípio em US$ 10 bilhões por mês, reduzindo o montante que o Fed reinveste. O país acumulou o volume alto de dívida em títulos durante o programa de estímulo monetário lançado em 2008. A carteira de títulos do Fed passou de US$ 1 trilhão em 2008 para US$ 4,5 trilhões atualmente.

O órgão também decidiu manter a taxa de juros do país entre 1% e 1,25% ao ano. A última vez que o órgão elevou os juros foi no dia 14 de junho, pela segunda vez no ano. No comunicado, o Fed revela que desde o último encontro em julho, quando também decidiu manter as taxas de juros inalteradas, o mercado de trabalho continuou a se fortalecer e a atividade econômica tem aumentado moderadamente até agora neste ano. 


leia também

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: