Para todos os gostos

A inédita categoria Espumantes, da pesquisa Top of Mind, revela que a Salton tem o maior nível de lembrança no RS

Por Marcos Graciani

graciani@amanha.com.br

A inédita categoria Espumantes, da pesquisa Top of Mind RS, revela que a Salton tem o maior nível de lembrança no RS

A inédita categoria Espumantes, da pesquisa Top of Mind RS, revela um fato curioso. O maior nível de lembrança é da Salton (veja tabelas no final da matéria), centenária vinícola familiar, que deixou para trás duas marcas reconhecidas por trabalharem fortemente com a bebida – a Peterlongo [única no país que pode utilizar a nomenclatura “champagne” em seus produtos, já que o nome se dá ao espumante elaborado na região francesa de mesmo nome], e a multinacional Chandon. Essa categoria é o principal negócio da Salton, respondendo por 41% da receita anual. 

Hoje, a vinícola elabora 20 diferentes rótulos da bebida, sendo o Salton Brut o mais comercializado. No ano passado, a empresa lançou um espumante brut na linha Salton Paradoxo, exclusiva para restaurantes. “Além disso, a linha Séries by Salton, lançada no final de 2015, tem conquistado novos consumidores, que, assim como os espumantes dessa linha, são jovens, descomplicados e em busca de novas experiências”, conta Daniel Salton, presidente da vinícola. 

A Salton também tem um nível de lembrança três vezes maior que as concorrentes na classe D/E. Daniel explica o fenômeno pelo fato de a oferta de crédito ter favorecido consumidores que passaram a adquirir produtos até então inacessíveis. “Observamos a migração no consumo de filtrados doces para os espumantes mais jovens e leves nas categorias de entrada”, explica. Já no item Vinho, o maior nível de lembrança ficou com o Jota Pe, marca da Casa Perini. 



leia também

Exclusivo: as revelações do Top of Mind RS sobre os vinhos - Serra Gaúcha, polo de produção do país, tem o maior grau de amnésia de marcas da pesquisa mais tradicional do Brasil

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: