Chineses farão proposta pela Malha Sul

A CCCC estuda se o aporte a ser feito pode ou não envolver o controle

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Chineses apresentarão proposta pela Malha Sul, da Rumo

A CCCC (China Communications Construction Company) apresentará até o final de agosto proposta pela Malha Sul, concessionária de ferrovia da Rumo (foto).  A companhia chinesa já realiza diligência no trecho e estuda se o investimento a ser feito pode ou não envolver o controle. A informação é da coluna do Broad, do jornal O Estado de São Paulo, veiculada nesta sexta-feira (28). 

O trecho percorre os Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e parte do Estado de São Paulo. O aporte está condicionado, entretanto, à extensão do contrato da concessão da Malha Sul junto ao governo. “A Rumo informou que está, neste momento, em fase final de negociação da prorrogação da Malha Paulista e que somente após sua conclusão ingressará em discussões sobre a extensão da Malha Sul”, informa a reportagem do Estadão. 


leia também

Beijing move ferrovia no Brasil - Dentro de poucos anos, os EUA perderão a vantagem competitiva da sua logística de exportação de alimentos para a Ásia

BTG Pactual recomenda ação da Rumo ALL - Em um ano, papel poderá se valorizar mais de 140%

Geração Futuro recomenda ação da Renner - Papel da varejista gaúcha entrou na carteira de setembro

Os trens e os preços baixos - A China quer atingir 30 mil quilômetros com alta velocidade até 2020

Rumo estuda investimento de R$ 2 bilhões na Malha Sul - Objetivo é adequar a ferrovia a padrões operacionais mais elevados e atender ao crescimento futuro de demanda na região

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: