Total de inadimplentes chega a 61 milhões em maio

No mês, 900 mil pessoas deixaram de pagar dívidas em dia

Por Agência Brasil

redacao@amanha.com.br

Total de inadimplentes chega a 61 milhões em maio, revela Serasa

Novecentos mil consumidores no país não conseguiram pagar suas dívidas em dia entre abril e maio deste ano, elevando para 61 milhões o total de inadimplentes, segundo o Indicador Serasa Experian de Inadimplência do Consumidor. Esse é o maior volume já registrado na série histórica da pesquisa, que começou em 2012. Em maio do ano passado, havia 59,5 milhões de consumidores com dívidas em atraso.

Na avaliação dos economistas da Serasa, “o desemprego e a recessão econômica são os principais motivos para os altos índices de inadimplência no país”. Em nota, a entidade destaca que além desse quadro, o fato de ter o nome no cadastro de inadimplentes impede o devedor de obter crédito e o leva a uma desorganização da situação financeira familiar.


leia também

Anefac: juros sobem pelo 16º mês seguido - Bancos elevam taxas para compensar aumento da inadimplência

Aumento de empresas inadimplentes perde força - Abrandamento ocorre devido ao crédito restrito

Bancos e cartões de loja são vilões da inadimplência - Carnê, cartão de crédito e cheque especial completam a lista

BC: crescimento da inadimplência é gradual - Uso do crédito rotativo, cujas taxas de juros tem subido, deve ser evitado

Consumidor inadimplente não tem ideia de quanto ganha - Quase a metade reconhece saber pouco sobre sua renda disponível

Cresce número de brasileiros sem acesso a crédito - Nome na lista de inadimplentes é um dos motivos

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: