Moeda Verde: juiz condena 16 pessoas

Operação investigava crimes ambientais em Florianópolis

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Operação Moeda Verde investigava crimes ambientais em Florianópolis

A operação Moeda Verde da Polícia Federal teve a sentença publicada na quarta-feira (21). A PF investigava empresários, vereadores e servidores municipais de Florianópolis (foto) sob suspeita de crimes ambientais. O juiz Marcelo Krás Borges, da 6ª Vara Federal da capital catarinense,  condenou 16 pessoas e seis empreendimentos a penas que envolvem o cumprimento de prisão, prestação de serviços comunitários e multa. Borges também determinou a demolição de beach clubs. 

A investigação revelou a atuação de um grupo que seria liderado pelo empresário Péricles de Freitas Druck, da Habitasul. Também fariam parte do esquema alguns empregados da empresa e servidores públicos envolvidos em invasões de áreas públicas. Declarações atribuídas pelo jornal Diário Catarinense ao advogado Antônio Tovo Loureiro, que defende réus ligados à Habitasul, dão conta que a defesa certamente recorrerá das sentenças e que o fará ainda na primeira instância, através de embargos. Segundo o DC, o advogado avalia que algumas questões não foram compreendidas pelo juiz e lembrou de um pedido de suspeição da defesa contra Borges.


leia também

Grupo Habitasul coloca à venda Celulose Irani - Ativo teria sido oferecido até mesmo no exterior

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: