Cresce número de brasileiros residentes no exterior

Conjuntura político-econômica pesa na decisão

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Cresce número de brasileiros residentes no exterior, anuncia Receita Federal

Com a crise econômica recente, o movimento de brasileiros deixando o país cresceu 81% nos últimos três anos. Segundo a Receita Federal, entre 2014 e 2016 foram entregues 55.402 Declarações de Saídas Definitivas. De 2011 a 2013, período que antecedeu a recessão, 30.506 pessoas emitiram o mesmo documento. No entanto, especialistas estimam que esse número seja ainda maior, uma vez que nem todos os brasileiros prestam essa informação quando vão embora. 

Por ter estrutura política estável, economia equilibrada e boa qualidade de vida associadas às facilidades de obtenção de cidadania e regime fiscal diferenciado, o Panamá desponta como um dos 15 países que mais tem recebido expatriados. Porém, há outros destinos escolhidos, principalmente pelos brasileiros. “É impressionante o número de famílias inteiras que estão preparando-se para ir definitivamente para uma nação desenvolvida como Estados Unidos, França, Portugal, Reino Unido, Espanha, Itália, Suíça, Bélgica e Luxemburgo”, constata Fernando Pinho, economista da Prospering Consultoria. 

Na avaliação de Pinho, diferente do que acontecia nas migrações anteriores, hoje as pessoas que deixam o país não tem a pretensão de voltar. “Muitos chegam a abdicar da cidadania brasileira, num movimento radical de cortar os laços definitivamente. Não querem esperar mais de 30 ou 40 anos, se tudo der certo, para que o Brasil transforme-se ao menos em um país de segundo mundo”, frisa Pinho, que também lamenta a perda de capital humano que o movimento gera para o Brasil.


comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: