Grupo Gerdau inaugura Polo Robótico

Projeto estimula o uso de tecnologias robóticas para processos industriais

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Gerdau inaugura Polo Robótico em São José dos Campos

A Gerdau inaugurou nesta terça-feira (20) seu primeiro Polo Robótico, localizado em sua unidade de São José dos Campos (SP). O projeto estimulará o uso de ferramentas de robotização dentro e fora da empresa. A iniciativa, desenvolvida em parceria com as empresas Entev Integração Robótica e Yaskawa Motoman Robotics, teve investimento de R$ 500 mil. A iniciativa possibilitará a automatização de processos industriais da Gerdau, o que contribuirá para a produtividade e a segurança do dia a dia das operações da empresa. Além disso, o espaço conta com uma área para capacitação de colaboradores e para a comunidade – universitários ou interessados pelo tema – podendo receber até 600 alunos por semana.  

“O Polo Robótico está sendo lançando em um formato inédito no mercado, pois as aulas são oferecidas não apenas para funcionários da empresa, mas também para a comunidade. A Gerdau está se reinventando nas mais diversas áreas e a inovação está presente nas mudanças de nossos serviços, logística e processos. Essa iniciativa, além de contribuir para as operações da Gerdau, também irá estimular uma cultura de empreendedorismo e um ambiente mais inovador na região como um todo”, afirma Gustavo Werneck, diretor da Operação Aços Brasil da Gerdau. 

Com a duração de quatro anos, o curso para os colaboradores da Gerdau iniciou suas aulas em abril, com uma turma de 40 pessoas de diferentes áreas e unidades da empresa no país. A primeira turma para alunos da comunidade começará em agosto. Os interessados podem se candidatar pelo site clicando aqui

Entre as iniciativas previstas para acontecerem no Polo Robótico está a aproximação com empresas e startups para a criação de um FabLab e HackerSpace, espaços dedicados ao desenvolvimento e simulações envolvendo o uso de tecnologias. “A ideia é que o polo se torne um espaço para experimentos e discussões sobre como novas ferramentas tecnológicas podem ser aplicadas aos processos industriais”, projeta Werneck.


leia também

A fantástica fábrica de aço - Como a inteligência artificial, os aplicativos e os drones foram incorporados às práticas industriais da Gerdau

A reestruturação da Gerdau veio na hora errada? - Transação seria negativa por causa da dívida da maior empresa do sul

As empresas brasileiras que podem virar “anjos caídos” - S&P revela quais companhias correm o risco de perder grau de investimento

Carf determina que Gerdau pague R$ 4 bilhões à Receita - Defesa afirmou que pode recorrer para reverter a decisão

Carf mantém autuação contra Gerdau - Empresa deve impostos sobre lucros no exterior

Citi recomenda papéis da Gerdau e espera alta de 50% - Corretora analisou resultados de concorrentes da maior empresa do Sul nos Estados Unidos

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: