Copel avalia eventual oferta de ações de R$ 4 bilhões

Operação levaria a uma diluição da participação do governo na estatal

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Copel avalia eventual oferta de ações de R$ 4 bilhões

A Copel (foto) avalia fazer uma oferta de ações na qual pretende captar cerca de R$ 4 bilhões. A informação é da edição desta quinta-feira (8) do jornal Valor Econômico. De acordo com a publicação, a operação deve reforçar o caixa da estatal e pode, no limite, levar a uma diluição da participação do governo do Paraná na companhia. 

“A Copel pediu que bancos e escritórios de advocacia interessados em assessorá-la no processo apresentem suas propostas até [a próxima] sexta-feira – primeira de uma série de medidas práticas antes de protocolar o pedido de oferta na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Por isso, ainda não há prazo para a operação”, afirma a reportagem. 

Em nota, a empresa esclareceu o fato. "A Copel confirma que avalia uma eventual oferta subsequente de ações, como parte de um estudo abrangente de otimização de caixa, com o objetivo de suportar o plano estratégico de crescimento sustentável da companhia. A Copel manterá o mercado devidamente informado sobre quaisquer atualizações relevantes relacionadas ao assunto", diz o comunicado assinado pela diretoria de finanças e relações com investidores. 


leia também

A gigante da energia paranaense - Como a Copel usou a engenharia para vencer os limites estaduais

Antonio Guetter é o novo presidente da Copel - Funcionário de carreira, executivo dirigia a Copel Distribuição

Copel cria empresa de comercialização de energia - Meta é aumentar atuação no mercado livre

Copel lucra R$ 1,1 bilhão até junho - No semestre, a receita somou R$ 6,7 bilhões

Copel mantém hidrelétrica Parigot em leilão - Estatal paranaense ofereceu R$ 575 milhões

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: