Vinhetas de Paris no Outono

Neste meu mais novo livro, mais uma vez os palcos geográficos se alternam de um capítulo para outro

Por Fernando Dourado Filho, do Rio de Janeiro (RJ)

Vinhetas de Paris no Outono, novo livro de Fernando Dourado Filho

A partir de julho, as livrarias do Brasil e Portugal receberão Vinhetas de Paris no Outono (foto), o segundo lançamento que faço em 2017 pela Chiado, de Portugal. Com o livro, conclui-se a trilogia que se iniciou em setembro do ano passado com a publicação de Nos passos de Fiszel Czeresnia e Outras Estórias pela mesma editora. A este se seguiu Confidências de Dr. Pollock à Rainha da Inglaterra, já comentado neste mesmo espaço (relembre aqui). Abaixo, portanto, detalhes sobre o irmão mais novo dessa família que me tem dado a alegria de percorrer os horizontes da criação no espaço aberto do mundo. 

Sendo assim, o lançamento de Vinhetas de Paris no Outono acontecerá no dia 15 de junho no Café Literário da Chiado, na avenida Liberdade, na capital portuguesa. Por especial obséquio da editora, contudo, teremos um pré-lançamento brasileiro na próxima quinta-feira, 8 de junho, dessa feita no Rio de Janeiro, na Faculdade de Letras da UFRJ, a convite da professora Luciana Nascimento, no quadro maior de minha participação no programa "Cartografias da Civilização: Espaços, Conflitos e Discursos em Perspectiva Interdisciplinar". No intervalo das falas, faremos uma manhã de autógrafos no recinto, circunstância que muito me honra.   

Neste livro, mais uma vez os palcos geográficos se alternam de um capítulo para outro. A primeira história é ambientada na Austrália com incursões ao Sudeste Asiático. Outra área geográfica que se fará presente em duas narrativas é a dos Bálcãs, em viagens pela Bósnia-Herzegovina, Macedônia, descendo até a Albânia. São Paulo é palco de três histórias e muitas outras nos levarão à Tailândia, Japão, Canadá, Escandinávia, Islândia e África do Sul. Depois de tramas em Brasília e no Recife, o livro culmina consoante o título, em Paris. Por fim, um capítulo é dedicado à literatura de viagem com três incursões de três grandes viajantes .

Por ocasião dessa primeira apresentação do livro, gostaria de destacar que contei com a colaboração de uma boa equipe para darmos forma final à empreitada. Nunca será demais, contudo, destacar a pintora Leonor Trindade Sousa. Foi graças à sua generosidade que pude dispor do belo óleo sobre tela "Cidade" que, por um feliz acaso, vi exposto na Casa do Timor, às margens do Douro, na cidade do Porto. Em nenhum momento ela hesitou em me ceder os direitos de imagem. Essa alma generosa estará a meu lado tão logo volte da Suíça, onde expõe nesse mês de junho A ela, muito obrigado. 

Para quem estiver em Portugal no dia 17, por ocasião da feira do Livro, eis uma oportunidade de conhecer uma casa editorial dinâmica, situada num dos mais belos prédios do centro da capital.


leia também

Aprenda a tomar vinho com Christian Grey - Personagem de Cinquenta Tons de Cinza tem algo a ensinar

Confidências de Dr. Pollock à Rainha da Inglaterra - Lançado pela Chiado, meu novo livro se destaca pela versatilidade temática

O som ao leitor - E-books não pegaram, livros físicos não decolam...será a vez dos audiobooks?

Para beber na fonte da boa literatura - Feira de livros sobre vinho, promovida pela Ecarta, no Sul, é uma iniciativa a ser multiplicada por todo o Brasil

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: