Balança tem superávit de US$ 29 bi até maio

O saldo positivo é o maior para o período desde 1989

Por Agência Brasil

Balança comercial tem superávit recorde de US$ 29 bilhões até maio

A balança comercial brasileira acumula superávit de US$ 29 bilhões de janeiro a maio deste ano. O saldo positivo é o maior para o período desde o início da série histórica, em 1989. Em maio, a balança teve superávit de US$ 7,661 bilhões, recorde mensal. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços. A balança comercial tem superávit quando as exportações (vendas do Brasil para parceiros de negócios no exterior) superam as importações (compras do país no exterior).

Em maio, as exportações brasileiras ficaram em US$ 19,792 bilhões, superando os US$ 12,131 bilhões em importações. As exportações cresceram 7,5% em relação a maio de 2016 segundo o critério da média diária, que leva em conta o valor negociado por dia útil. Ante abril deste ano, houve queda de 8,4%. As importações, por sua vez, cresceram 4% na comparação com maio do ano passado e caíram 7,4% em relação a abril deste ano, também segundo o critério da média diária.

A alta dos preços internacionais, principalmente de produtos básicos, contribuiu para o crescimento das exportações brasileiras, e, consequentemente, para o superávit recorde. “Uma publicação da OCDE [Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico, que reúne países desenvolvidos], mostra que Brasil foi o país do G20 [grupo das maiores economias do mundo] onde mais cresceram as exportações no primeiro trimestre. Estamos com demanda pelos produtos do Brasil, preços aquecidos e safra agrícola recorde”, revelou Herlon Brandão, diretor de Estatística e Apoio à Exportação do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços.


comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: