Bolsa fecha em queda de 8,8% após denúncia contra Temer

O dólar disparou e encerrou cotado a R$ 3,38, em alta de 8%

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Bolsa fecha em queda de 8,8% após denúncia contra Temer

O Índice Bovespa fechou em queda de 8,8%, aos 61.597,05 pontos. Já o dólar disparou e encerrou cotado a R$ 3,3868, em alta de 8%. Esta quinta-feira foi de turbulência no mercado financeiro após a denúncia de que Temer teria dado aval para comprar o silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha, preso pela Lava Jato.

A tensão foi vista já na pré-abertura, com ativos com vencimentos no futuro sendo negociados no limite de oscilação. Com a abertura das negociações na Bolsa, o Ibovespa chegou a cair mais de 10% e o circuit breaker iniciou por volta das 10h20 durante aproximadamente meia hora. O mecanismo trava as negociações diante de fortes oscilações e não era acionado desde 2008, durante a crise financeira que eclodiu nos Estados Unidos.

Após a retomada das negociações, a Bolsa seguiu em queda de cerca de 9% e acentuou o movimento de baixa após pronunciamento de Temer, que afirmou que não irá renunciar diante da crise política gerada pelas denúncias. As ações de empresas estatais ficaram entre as maiores baixas e acentuaram queda após o discurso do presidente. 

leia também

Dilma diz que sofreu segundo golpe de Estado na vida - Ex-presidente afirmou que recorrerá contra o que chamou de “fraude”

A China fez o que o mercado queria - Corte de juros era algo esperado, mas ainda não é suficiente para ajudar na recuperação econômica, afirmam especialistas

A JBS sai das cordas - Se está patente que o Brasil tende a soçobrar numa turbulência amarga, os irmãos Batista deverão sobreviver bastante bem

A responsabilidade do Congresso - O cuidado com os recursos públicos e o respeito à restrição orçamentária deveriam ser valores da casa, opina Zeina Latif

Ação da Braskem segue quebrando recordes - Alta do dólar e queda dos preços do petróleo beneficiam empresa

Ações da Braskem seguem em queda por Lava Jato - Os papéis desvalorizaram mais de 5% nesta quinta-feira

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: