Renner vê primeiros meses do ano com otimismo

Receita e lucro apresentaram crescimento até março

Por Marcos Graciani

graciani@amanha.com.br

Renner vê primeiros meses do ano com otimismo

O primeiro trimestre de 2017 foi caracterizado pelo bom desempenho das vendas da varejista Renner.  Os primeiros meses do trouxeram leves sinalizações positivas, com melhorias no fluxo de clientes nas lojas e aumento de peças por ticket, de acordo com o relatório publicado pela companhia na terça-feira (25). Desse modo, a receita liquida apresentou crescimento de 14,7%, alcançando R$ 1,2 bilhão. “No período, a Camicado e a Youcom seguiram mostrando-se bastante resilientes ao ciclo econômico e continuaram contribuindo positivamente para os negócios, com crescimentos de vendas de 26,0% e 100,0%, respectivamente”, informa o comunicado. 

O lucro bruto da operação de varejo foi de R$ 671,6 milhões, com crescimento de 12,2%, em relação ao primeiro trimestre de 2016. A margem bruta 54,4%, influenciada principalmente pelo efeito do câmbio contratado para os produtos importados e pelo mercado ainda bastante promocional. Já o resultado de produtos financeiros atingiu R$ 79,1 milhões, um aumento de 14,9% em relação ao mesmo período do ano anterior. “Esse desempenho refletiu a melhora da qualidade da carteira de crédito, resultado das iniciativas implementadas na concessão, manutenção de limites e estratégia de cobrança”, afirma a Renner. 

No trimestre, a companhia continuou executando o seu plano de expansão, com a inauguração de 9 lojas, sendo três da Renner, uma da Camicado e cinco da Youcom. Os investimentos totalizaram R$ 66,5 milhões, ante R$ 87,5 milhões do primeiro trimestre de 2016. 


leia também

Dilma diz que sofreu segundo golpe de Estado na vida - Ex-presidente afirmou que recorrerá contra o que chamou de “fraude”

A China é economia de mercado, quer queiramos ou não - Não podemos imaginar que ganharemos algo confrontando a maior economia do mundo com argumentos frágeis

A China rural não existe mais - A mudança do modelo de crescimento econômico continuará elevando as demandas do país mais populoso do mundo

A luz no final do túnel é um trem chinês - O país de proporções gigantescas mantém a estratégia de crescer

A nova ambição do encantador de clientes - Galló anuncia missão de ser “o maior varejo de moda das Américas”

A punição virá das gôndolas? - A tentativa de boicote às marcas do Grupo J&F

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: