Weg anuncia entrada no mercado eólico indiano

A fábrica terá os primeiros equipamentos a partir de 2018

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Weg anuncia entrada no mercado eólico indiano

A Weg (foto) divulgou nesta quarta-feira (25) planos de fabricar aerogeradores na unidade fabril de Hosur, na Índia, bem como a entrada da companhia no mercado eólico indiano. O anúncio foi feito durante a Windergy, feira nacional de energia eólica, realizada em Nova Déli. A empresa pretende adequar sua fábrica de motores e geradores, no estado de Tamil Nadu, próximo a Bangalore, para também fabricar aerogeradores de 2,1 megawatts (MW).

A Weg Índia tem 35 mil metros quadrados de área construída e aproximadamente 490 funcionários. “A concepção modular de nosso parque fabril permite atender a necessidade de expansão da Companhia com investimentos razoavelmente baixos, limitados apenas a alguns dispositivos utilizados especificamente na fabricação dos aerogeradores”, explica Swapnil Kaushik, diretor da Weg Índia.

Com capacidade de absorver a produção de até 250MW por ano, a unidade indiana estará apta para fornecer os primeiros equipamentos a partir de 2018. Enquanto isso, a companhia iniciará as atividades comerciais de captura de contratos de fornecimento e de desenvolvimento dos fornecedores locais. Segundo João Paulo Gualberto da Silva, diretor da divisão eólica da Weg, a Índia apresenta condições bastante atraentes para a companhia. “Além de ser o quarto maior mercado do mundo em geração de energia eólica, o país oferece uma excelente cadeia de fornecedores para aerogeradores e custos de produção muito competitivos”, explica ele. 


leia também

As empresas que perderam mais de R$ 1 bi na bolsa - Klabin, Braskem e Weg estão na lista da Economatica, com base em junho

As grandes tacadas da Weg no Brasil e no exterior - Empresa catarinense encontra novas oportunidades de negócio

Fiesc defende política para reduzir ociosidade na cadeia de petróleo e gás - A crise no setor naval em SC cortou 5 mil vagas, alertou Glauco Côrte no lançamento do Movimento Produz Brasil

Gerdau Summit inicia operações em São Paulo - Empresa abastecerá a construção de novos parques eólicos no país. Grupo também anunciou joint venture na Colômbia

Grandes empresas catarinenses adotam redução de salário e de jornada - As principais justificativas são a tentativa de evitar mais demissões e a crise econômica

Grupo Gerdau anuncia entrada na indústria eólica - Joint venture com Sumitomo e JSW terá investimento de R$ 280 milhões

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: