Mais Econômica pede recuperação judicial

Rede de farmácias tem uma dívida de R$ 152 milhões

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Mais Econômica pede recuperação judicial

A rede de farmácias Mais Econômica ingressou com um pedido de recuperação judicial na Comarca de Porto Alegre nesta terça-feira (18).  Segundo a companhia, a medida é para sanar a empresa, restabelecer a normalidade das operações, repor o estoque de produtos e preservar empregos. A informação é do Blog Acerto de Contas, da rádio Gaúcha. 

A atual direção atribui os problemas financeiros à gestão da antiga controladora, a BR Pharma, do banco BTG Pactual. Segundo o comunicado, isso afetou a tomada de financiamento e provocou a interrupção no pagamento de fornecedores. Há uma ação judicial contra a gestão anterior pedindo indenização. A dívida é de R$ 152 milhões, sendo que R$ 135,4 milhões são débitos com fornecedores e os R$ 16,6 milhões restantes são valores trabalhistas. Em novembro de 2015, a Mais Econômica foi comprada pela VERTICapital. 


comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: