Sebrae: empreendedores não cogitam aposentadoria

A crise econômica pode ter influenciado o resultado da pesquisa

Por Agência Brasil

Sebrae: 47% dos empreendedores não cogitam aposentadoria

Uma pesquisa do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) revela que 47% dos donos de pequenos negócios estão mais preocupados em tocar a empresa do que em se aposentar. Para a instituição, a crise pode ser um dos fatores que influenciaram o resultado. “Eles estão se preparando para continuar trabalhando. Mesmo se tiver aposentadoria, eles vão continuar empreendendo. Quantas pessoas mais velhas não vemos atrás de um balcão ou de um caixa?”, disse Guilherme Afif Domingos, presidente do Sebrae, acrescentando que há empreendedores com 80 anos que continuam trabalhando, dependendo do estado de saúde. Já 45% dos empreendedores pensam em se aposentar algum dia e 8% já são aposentados.

Entre os que planejam parar, 57% consideram que dependerão do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A aposentadoria privada é vista como fonte de renda para 19% dos entrevistados. Mais 18% acreditam que os investimentos próprios serão suficientes para seu sustento. De acordo com a pesquisa, os microempreendedores individuais (MEI) são os que mais esperam receber a aposentadoria do INSS, 61% da categoria. “Ele entrou [no mercado] como MEI por causa da aposentadoria”, explica Domingos. Para o Sebrae, a possibilidade de ser um segurado da Previdência Social é um estímulo para esses empreendedores - que faturam até R$ 60 mil por ano - se formalizarem.

O trabalhador informal que se torna um MEI legalizado é enquadrado no Simples Nacional e fica isento dos tributos federais (Imposto de Renda, PIS, Cofins, IPI e CSLL). Ele paga apenas um valor fixo mensal para ter acesso a benefícios como auxílio maternidade, auxílio-doença e aposentadoria.


leia também

Dilma diz que sofreu segundo golpe de Estado na vida - Ex-presidente afirmou que recorrerá contra o que chamou de “fraude”

"Carnaval à vista" - Embora reconheça a exuberância da festa carioca, é para o eixo Recife-Olinda que se voltam meus afetos

A necessidade de controlar a internet nas empresas - O mau uso pode causar até mesmo demissão por justa causa

A pedra no caminho das startups brasileiras - Parcerias com grandes empresas é o maior dos desafios, alerta Anpei

A profissão onde o salário pode ser de até R$ 100 mil - Síndicos profissionais administram vários condomínios ao mesmo tempo

A punição virá das gôndolas? - A tentativa de boicote às marcas do Grupo J&F

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: