As empresas precisam valorizar a ética

A falta de um documento que liste regras pode trazer problemas para a gestão

Por Bernt Entschev

As empresas precisam valorizar a ética, ensina Bernt Entschev

Em tempo de inúmeras operações da Polícia Federal ocorrendo em diversas esferas de âmbito governamental e empresarial, não é recorrente tratarmos sobre o comportamento moral, da valorização da ética nas empresas, dos valores, de agir com honestidade, de sempre falar a verdade, de ser leal com sua empresa e colegas. É de muito valia salientar que as empresas necessitam divulgar os casos transgressores que podem ocorrer em seus ambientes corporativos. As grandes companhias acreditam que divulgar seus problemas pode gerar uma imagem tão negativa que o melhor é abafar. De fato, a imagem será arranhada, mas quando se abafa um processo errado, a multiplicação da falha dentro da empresa é maior do que esclarecer ou punir com rigor.

Inclusive, os funcionários necessitam conhecer muito bem as regras, os processos, a hierarquia, a cultura organizacional de onde se trabalha. É preciso adotar um manual de comportamento ético, que com transparência irá sanar inúmeras dúvidas, muitas vezes básicas. A falta de um documento que liste regras pode trazer problemas sérios para a gestão organizacional. 

O Brasil requer uma reeducação chamada de comportamento moral, que inicia com os princípios éticos na família e deve se estender para o ambiente escolar. Lembrando que, mais que um conceito, a ética se refere ao caráter. Ela se diferencia da moral, pois busca fundamentar as ações exclusivamente pela razão, enquanto a moral se baseia em obediência a costumes e hábitos que variam de acordo com a cultura. E nesse caso, tanto na política como nas empresas, as investigações precisam ser esclarecedoras. E, acima de tudo, com punições adequadas e divulgadas.


leia também

A necessidade de controlar a internet nas empresas - O mau uso pode causar até mesmo demissão por justa causa

As novas carreiras do marketing digital - Estatísticos e engenheiros podem se beneficiar na área

Brasileiro prefere mudar de emprego para ficar mais perto de casa - Pesquisa mostra trabalhadores de Porto Alegre e Curitiba como os menos dispostos à mudança

Carta une Federações de Indústrias do Sul - 1º Fórum Sul-Brasileiro de Relações do Trabalho debateu reforma

Como manter sua empregabilidade em alta - Caso você precise ser recontratado, é importante estar preparado

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: