Paraná concentra 11,4% da base florestal do Brasil

Setor reúne 470 indústrias no Estado, revela estudo da Fiep

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Lançamento do Panorama Setorial da Indústria do Papel e Celulose, na Fiep

O Paraná concentra 11,4% da base florestal do Brasil e possui um dos parques industriais mais diversificados do setor em todo o Brasil. Além das madeireiras, o Estado tem indústrias de todos os segmentos, como papel, celulose, embalagens e artefatos. É o Estado que melhor representa a pluralidade deste setor. A informação é de Elizabeth Carvalhaes, presidente da Indústria Brasileira de Árvores (IBA), entidade que reúne as indústrias de base florestal de todo o país. Ela participou nesta quinta-feira (23) do lançamento do Panorama Setorial da Indústria do Papel e Celulose, na Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), em Curitiba (veja mais detalhes a seguir). 

A presidente da IBA destacou o fato de o Paraná ter florestas de pinus e eucalipto, o que não é comum. “O Estado tem um importante segmento de papel e celulose e um importantíssimo segmento de painéis de madeira, sendo, portanto, a melhor representação da cadeia produtiva do setor”, destacou Elizabeth. Ela também lembrou os importantes investimentos que o Estado tem recebido no setor e fez referência especificamente à nova unidade da indústria Klabin, inaugurada em Ortigueira, no ano passado. Segundo Elizabeth, a nova planta industrial foi a responsável pela mudança do posicionamento do Brasil no mercado mundial. “Com esta nova unidade, o Brasil passou de quarto para segundo lugar na exportação de celulose, superando a China e o Canadá. Trata-se da fábrica mais moderna de celulose do mundo”, informou. De acordo com dados da IBA, as indústrias do setor em todo o Brasil faturaram R$ 70 bilhões em 2016. É um dos cinco setores mais importantes da economia, respondendo por 6% do PIB. 

Panorama
O Panorama Setorial da Indústria de Papel, Celulose, Embalagens e Artefatos – desenvolvido em conjunto pela Fiep e pelo Sindicato da Indústria de Papel e Celulose (Sinpacel) – é uma segunda edição com dados atualizados e um diagnóstico completo do setor. “As informações que constam deste panorama podem ajudar os industriais na tomada de decisão, servindo como um instrumento efetivo na condução dos negócios”, afirmou Reinaldo Tockus, superintendente da Fiep, que representou o presidente da federação, Edson Campagnolo, na abertura do evento. Tockus destacou a relevância da cadeia florestal que tem 1 milhão de hectares de florestas plantadas, com um peso significativo na economia do Paraná.

No total 108 indústrias responderam ao questionário, correspondendo a um aumento de 22% em relação ao estudo da edição anterior. Além disso, a nova publicação apresenta uma evolução: a visão do empresário sobre o mercado, resultado de uma pesquisa qualitativa, realizada a partir de entrevistas pessoais com líderes de indústrias paranaenses de diferentes segmentos e portes. O levantamento revela que cerca de 70% dos empresários do setor planejam investir nos próximos três anos no Paraná. A maior parte dos aportes será direcionada à melhoria do processo produtivo e à modernização e manutenção do parque fabril. O setor reúne 470 indústrias no Paraná. Elas atuam nos segmentos de papel, celulose, embalagens e artefatos de papel (como guardanapo e papel higiênico, por exemplo). Elas respondem por 12% do valor da produção nacional, correspondendo a R$ 8,3 bilhões. Juntas, estas indústrias geram 22 mil empregos, que representam mais de R$ 423 milhões em salários.


leia também

BTG Pactual recomenda ação da Rumo ALL - Em um ano, papel poderá se valorizar mais de 140%

Carta une Federações de Indústrias do Sul - 1º Fórum Sul-Brasileiro de Relações do Trabalho debateu reforma

Federações apresentam a Temer prioridades da indústria do Sul - Proposições passam por modernização e reformas

Federações de Indústrias do Sul se posicionam sobre a crise política do país - Entidades manifestam extrema preocupação com o agravamento do aperto econômico que o Brasil atravessa

Fiep reforça confiança na indústria de carnes - Setor foi responsável por 16,7% das exportações do Paraná

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: