Governo estuda privatizar mais dez aeroportos

Afonso Pena, em Curitiba, deve permanecer com a Infraero

Governo estuda privatizar mais dez aeroportos, mas Afonso Pena deve permanecer sob a administração da Infraero

O ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Dyogo Oliveira, afirmou que o governo estuda a concessão de pelo menos mais dez aeroportos à iniciativa privada. Entre os terminais que podem ser concedidos estão o de Goiânia, o de Vitória e o do Recife, segundo o ministro. Os aeroportos de Guarulhos (SP), Santos Dumont (RJ) Manaus e Curitiba (foto) devem permanecer sob administração da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), mas isso também está em debate no governo.

“O processo está sendo discutido, tudo está em debate. Estamos discutindo quais aeroportos ficam com a Infraero, quais formarão uma nova rodada de concessões”, antecipou Oliveira. Segundo o ministro, ainda não está definido se as próximas concessões ocorrerão em bloco. “Cada um vai entrando à medida que os projetos fiquem prontos”, explicou. Ele declarou que o governo avalia uma lista extensa de possíveis terminais que podem ser concedidos, mas acredita que a licitação não deve sair este ano.

Na semana passada, o governo concedeu à iniciativa privada a administração dos aeroportos de Fortaleza, Salvador, Florianópolis e Porto Alegre, com um ágio de 93,7%.


leia também

Aeroporto de Curitiba é o melhor do país - Terminal de Porto Alegre ficou em quinto lugar

Alemães e suíços levam aeroportos de Porto Alegre e Florianópolis - Fraport ofereceu R$ 290 milhões pelo Salgado Filho, enquanto a Zurich ofertou R$ 83 milhões pelo terminal catarinense

Ampliação da pista do Salgado Filho é fundamental para futura expansão - Christoph Nanke, vice-presidente sênior da Fraport, afirmou que o terminal tem grande potencial

Anatel aprova consulta pública para concessão de serviços da Sercomtel - A empresa da prefeitura de Londrina, que atende 197 cidades paranaenses, acumula dívidas de cerca de R$ 230 milhões

Aporte após concessão do Salgado Filho será de R$ 1,7 bi - Terminal de Florianópolis receberá investimento de R$ 918 mi

CEEE-D terá concessão renovada por 30 anos - Empresa terá de atingir níveis de eficiência

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: