Juro dos EUA sobe 0,25 ponto percentual e atinge 1%

Fed entende que a economia não precisa mais do apoio de taxas baixas

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Fed: juro dos Estados Unidos sobe 0,25 ponto percentual e atinge 1%

O Federal Reserve (Fed, banco central americano) resolveu elevar a taxa de juro dos Estados Unidos pela segunda vez em três meses. Desse modo, a taxa básica subiu 0,25 ponto percentual, para 1%. Em comunicado, o comitê sinalizou que qualquer aumento futuro no custo do dinheiro neste ano será gradual. “O movimento reflete uma economia consistentemente sólida e deve significar taxas mais altas em alguns empréstimos aos consumidores e às empresas”, manifestou a nota publicada pelo Fed após a reunião que decidiu o aumento. 

O banco afirmou que o fortalecimento do mercado de trabalho e as altas de preços o levaram mais perto de suas metas de emprego e inflação. Depois de quase oito anos após o fim da recessão recente, o Fed entende que a economia norte-americana não precisa mais do apoio de taxas de juros baixas. Os membros do colegiado acham, inclusive, que o cenário econômico do país está saudável o suficiente para resistir ao aperto no crédito.


leia também

A crise no terceiro parceiro comercial do Sul - Casa Rosada anuncia pacote econômico. Indústria brasileira começa a evitar vendas a prazo na Argentina

Anefac: juros sobem pelo 16º mês seguido - Bancos elevam taxas para compensar aumento da inadimplência

Banco Central anuncia ações para baixar custo do crédito - Goldfajn confirmou que será proposta a cobrança de preços diferenciados para pagamentos em dinheiro e cartão de crédito

Banco Central indica corte menor de juros - Copom também prevê fim gradual do ciclo de reduções

Banco Central prevê queda do PIB de 3,3% este ano - A inflação, medida pelo IPCA, deve ficar em 6,9%

Bancos não poderão cobrar juros de mercado por atrasos em pagamentos - Para o BC, exigência trará mais uniformidade às operações de crédito e tornará as regras mais claras para os clientes

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: