Salário injusto pode fazer mal à saúde, revela pesquisa

Sentimento pode comprometer atividade cardíaca

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Salário injusto pode fazer mal ao coração, revela pesquisa feita pela Universidade de Bonn, da Alemanha

Receber mensalmente uma remuneração injusta pode fazer mal à saúde – inclusive para o coração. É isso que revela um estudo interdisciplinar da Universidade de Bonn (Alemanha) feita por economistas e médicos do Instituto de Comportamento e Desigualdade (Briq). O estudo verificou que salários considerados injustos podem causar deterioração da saúde no longo prazo e podem ter impacto direto na atividade cardíaca. 

Os pesquisadores fizeram testes com 80 alunos divididos em equipes de duas pessoas: um seria o chefe e o outro o trabalhador. Durante o trabalho, os funcionários tiveram 25 minutos para resolver tarefas de computação monótonas. Os chefes, por sua vez, puderam até mesmo tirar um cochilo. Quanto mais números corretos eram adicionados na tarefa, mais dinheiro a equipe acumulava. Em seguida, os chefes compartilharam os lucros entre os dois. No entanto, cada trabalhador embolsou uma parte bem menor do lucro, em média. ”O fato causou estresse, que foi medido pela variabilidade da frequência cardíaca (VFC), indicando um aumento do risco de doença cardíaca motivado pelo sentimento de injustiça”, destacou o jornal “Bild”, a publicação mais importante da Alemanha, em reportagem. 


leia também

A batalha da saúde na ótica do Moinhos - Mohamed Parrini, do Hospital Moinhos de Vento, diz que a chegada de grandes players coloca o setor “em ebulição"

À procura da saúde perdida - Eis que começam a chegar as faturas de quase seis décadas vividas longe de médicos

A responsabilidade da gestão é ainda maior na saúde - Para Pizzato, da Unimed POA, zika é reflexo de falta de planejamento

Agemed planeja expandir receita com franquias - Operadora de saúde catarinense deve abrir 30 novas agências neste ano

As limitações da meia-idade - O diabetes cruel não foi o preço pelo acerto no atacado da vida

Catarinense Agemed chega ao Paraná - Empresa terá unidade comercial em Curitiba

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: