Montadoras faturam mais 46% com exportação de veículos

Para o setor, esse foi o melhor fevereiro na história

Por Agência Brasil

Montadoras faturam mais 46% com exportação de veículos

As montadoras de veículos instaladas no Brasil ampliaram em 46,1% o valor das exportações em fevereiro sobre janeiro, alcançando US$ 1,1 bilhão. No encerramento do primeiro bimestre, houve elevação de 46,4%, somando US$ 1,9 bilhão. Porém, nos últimos 12 meses, as vendas externas ainda se mantêm em baixa de 0,4%. Para o setor, esse foi o melhor fevereiro na história. Os dados foram divulgados pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

A produção cresceu 14,7% na comparação com janeiro e 28,1% nos dois primeiros meses deste ano com um total de 200,4 mil veículos. Em 12 meses, a produção acusa queda de 3,1%. Em relação ao mercado interno, no entanto, houve retração de 7,8% em fevereiro na comparação com janeiro. Foram comercializados 135,7 mil veículos, número 7,6% menor que o de fevereiro de 2016. No bimestre, os licenciamentos caíram 6,4% e, nos últimos meses, 16,5%.

“Os números não foram bons porque ficaram abaixo do esperado”, avalia Antonio Megale, presidente da Anfavea. Para ele, o mercado ainda está fraco e foi afetado em parte pelos feriados do carnaval e pela crise que atingiu o Rio de Janeiro e o Espírito Santo. O executivo considerou expressivas as exportações que obtiveram o melhor desempenho da história.


leia também

Acordo de leniência da Braskem avança - No ano passado, a petroquímica iniciou investigações internas

Acordos comerciais fortalecem exportação catarinense - A indústria de cerâmica é uma das primeiras beneficiadas

AEB prevê superávit comercial de US$ 46,9 bi para 2016 - Apesar da ampliação, exportações renderão menos este ano

Anfavea prevê crescimento de um dígito na produção de 2017 - Safra também deve ajudar a vender máquinas agrícolas

Anfavea: Olimpíada desacelera venda de veículos - Para Megale, o êxito do evento trouxe otimismo aos brasileiros

Anfavea: produção de veículos tem queda de 11,2% - A redução do ritmo nas fábricas acompanhou a retração do mercado

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: