Sul apresenta maior queda anual no número de inadimplentes no país

A comparação entre janeiro de 2016 e o mesmo período deste ano mostra retração de 4,5% no total de negativados na região

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Sul apresenta maior queda anual no número de inadimplentes em todo o Brasil, revela SPC

A comparação entre janeiro de 2017 e o mesmo período de 2016 mostra que o Sul apresenta a maior queda percentual no número de inadimplentes no país, de acordo com levantamento realizado pelo SPC Brasil. A retração foi de 4,5%. Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul totalizam 8 milhões de pessoas em situação de inadimplência, o que corresponde a 36% da população dos três Estados. No Brasil, o mês de janeiro deste ano registra 58,3 milhões de negativados, um acréscimo de 700 mil nomes em um período de 12 meses. 

Embora o crescimento anual tenha sido substancial em todo o país, na virada de dezembro de 2016 para janeiro de 2017 ocorreu a estabilização do número de negativados. No último mês do ano passado eram, também, 58,3 milhões. A desaceleração do crescimento da inadimplência no Sul já é verificada desde o início do segundo semestre de 2016. 

Em relação ao volume de dívidas em nome de pessoas físicas, no mês de janeiro de 2017, os moradores do Sul registram uma média de 2,2 contas em atraso. As dívidas por setores da economia também tiveram queda entre janeiro de 2016 e janeiro deste ano, sendo a mais significativa a de água e luz (-43,3%), seguida por comunicação (-18%) e comércio (-9%). Em ternos de participação nas pendências, os bancos são os maiores credores, representando 47,8%, vindo a seguir o comércio, com 23,3% do total. 


leia também

"Carnaval à vista" - Embora reconheça a exuberância da festa carioca, é para o eixo Recife-Olinda que se voltam meus afetos

A era dos carros sem “charme” - Será esta a característica dos veículos elétricos e dos autodirigidos?

A nova ambição do encantador de clientes - Galló anuncia missão de ser “o maior varejo de moda das Américas”

A sua marca vai sobreviver aos Millennials? - Unilever e JP Morgan contam o desafio de lidar com jovens consumidores

A superfície e as profundezas da economia - Retomada poderá ser difícil dada a situação financeira empresarial

Acredite: até o lucro da Renner caiu - Clima e recessão fizeram resultado ter queda de 10,5%

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: