Procura do consumidor por crédito cai 1,7% em janeiro

Região Sul apresentou queda de 3,9%, maior índice do país

Por Agência Brasil

Procura do consumidor por crédito cai 1,7% em janeiro, revela Serasa Experian

O número de pessoas que buscaram crédito caiu 1,7% em janeiro na comparação com dezembro, segundo o indicador da empresa de consultoria Serasa Experian. Em relação a janeiro do ano passado, a procura aumentou 0,5%. Todas as regiões brasileiras apresentaram recuo na demanda por crédito em janeiro. No Sul, a retração foi a maior, de 3,9%. No Centro-Oeste houve queda de 2,7%. O recuo foi de 1,4% na região Nordeste. Tanto o Sudeste quando o Norte registraram queda de 0,7% na procura do consumidor por crédito.

As classes de renda mais baixa tiveram os maiores recuos em janeiro. Para os que ganham até R$ 500, a queda foi de 2,2%. Entre os consumidores com renda mensal entre R$ 500 e R$ 1 mil, a redução foi de 1,6%. Na faixa de renda mensal entre R$ 1 mil e R$ 2 mil, houve retração de 1,4%. Para os consumidores que recebem entre R$ 2 mil e R$ 5 mil, a baixa foi de 1,5%. A procura por crédito caiu 1,3% entre os que ganham entre R$ 5 mil e R$ 10 mil por mês. A  queda foi de 1,3% para aqueles com renda mensal maior que R$ 10 mil.

Para os economistas da Serasa Experian, apesar do recuo da inflação e da aceleração da queda dos juros básicos, o consumidor ainda está bastante endividado, com baixo grau de confiança e enfrentando desemprego. Por isso, continua conservador em termos de busca por crédito.


leia também

A superfície e as profundezas da economia - Retomada poderá ser difícil dada a situação financeira empresarial

Anefac: juros sobem pelo 16º mês seguido - Bancos elevam taxas para compensar aumento da inadimplência

Até junho, número de novas empresas passa de 1 mi no país - Mais de 168 mil companhias foram criadas no Sul no período

Bancos não poderão cobrar juros de mercado por atrasos em pagamentos - Para o BC, exigência trará mais uniformidade às operações de crédito e tornará as regras mais claras para os clientes

Bancos se unem para criar empresa de análise de crédito - BB, Bradesco, CEF, Itaú e Santander trocarão dados de clientes

BNDES oferecerá financiamento mais favorável - Maria Silvia Bastos Marques anunciou novas políticas operacionais

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: