Renner tem lucro líquido de R$ 625 milhões em 2016

A companhia prevê inaugurar até 65 lojas neste ano

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Renner tem lucro líquido de R$ 625 milhões em 2016

Em um período de recessão, a Renner conseguiu conquistar números positivos. A última linha do balanço da varejista indicou lucro de R$ 625,1 milhões, um crescimento de 8% em relação ao ano de 2015. A receita líquida também avançou 5% fechando o ano em R$ 5,7 bilhões. 

“As vendas foram, ainda, influenciadas pelo ambiente econômico, com menor fluxo nos shoppings, e por temperaturas atípicas em alguns períodos do ano. Por outro lado, as operações da Camicado e Youcom mostraram-se bastante resilientes ao ciclo econômico e continuaram contribuindo positivamente, com crescimentos de vendas de 18,2% e 96,5%, respectivamente”, explica a Renner em seu balanço anual. 

No ano em que shoppings fecharam mais lojas do que abriam, a varejista deu seguimento ao seu plano de expansão ao abrir 180 novas lojas. Para este ano, a companhia prevê inaugurar entre 60 e 65 lojas, incluindo unidades das bandeiras Youcom e Camicado. No ano passado, foram abertas 64 lojas. Em dezembro de 2016, o grupo operava com 300 lojas da Renner, 59 da Youcom e 85 da Camicado. 

Os investimentos totais propostos para este ano somam R$ 500 milhões de reais, ligeiramente abaixo dos R$ 512 milhões de 2016. Dentro deste plano de expansão também está a conquista de novos mercados. No segundo semestre deste ano, três novas lojas Renner devem ser inauguradas no Uruguai. 

leia também

Dilma diz que sofreu segundo golpe de Estado na vida - Ex-presidente afirmou que recorrerá contra o que chamou de “fraude”

A China é economia de mercado, quer queiramos ou não - Não podemos imaginar que ganharemos algo confrontando a maior economia do mundo com argumentos frágeis

A China rural não existe mais - A mudança do modelo de crescimento econômico continuará elevando as demandas do país mais populoso do mundo

A luz no final do túnel é um trem chinês - O país de proporções gigantescas mantém a estratégia de crescer

A nova ambição do encantador de clientes - Galló anuncia missão de ser “o maior varejo de moda das Américas”

A punição virá das gôndolas? - A tentativa de boicote às marcas do Grupo J&F

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: