Morre em São Paulo a palestrante Dulce Magalhães

Dulce assinou por quase 20 anos a coluna “Carta de Floripa” em AMANHÃ

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Morre em São Paulo a palestrante e colunista de AMANHÃ Dulce Magalhães

Morreu nesta segunda-feira (6) em São Paulo aos 51 anos a palestrante, empresária e colunista de AMANHÃ Dulce Magalhães. Dulce também foi diretora da Associação Empresarial da Região Metropolitana de Florianópolis (Aemflo). A causa da morte não foi revelada. O velório será realizado nesta terça-feira (7), a partir das 11h, no cemitério Jardim da Paz, em Florianópolis e o sepultamento acontecerá às 17h, no mesmo local. 

Dulce era uma ativista da causa da paz e fazia parte de um comitê de 80 lideranças coordenado pelo ex-presidente americano Bill Clinton para elaboração de um Programa Global de Cultura de Paz. No fim de 2016, ela trouxe o 10º Fórum Mundial da Paz para Florianópolis. Natural de Curitiba, mas radicada na capital catarinense desde o início dos anos 2000, ela proferiu mais de 2 mil palestras e tinha 16 livros publicados. Há 26 anos, seu principal foco profissional eram os processos de mudança e aprendizagem. Era considerada uma das dez palestrantes mais procuradas do Brasil. 

Dulce assinava a coluna “Carta de Floripa” em AMANHÃ desde 1998 quando foi convidada para ter um espaço na revista. "Dulce tinha uma singular capacidade de magnetizar plateias e fascinar seus leitores manejando com simplicidade e leveza questões complexas da existência humana. O público de AMANHÃ sentirá muito a interrupção deste convívio que em 2017 completaria 20 anos", lamenta Eugênio Esber, diretor de Redação de AMANHÃ.


leia também

A revolução sempre começa em casa - AMANHÃ reproduz a última coluna de Dulce Magalhães

Gratidão foi o tema da última palestra de Dulce Magalhães - Prosperidade seria consequência, ensina a colunista de AMANHÃ

comentarios




Moa Floriani

Perda irreparável. Seu exemplo permanecerá sempre em nossa memória.

Vanderlei Aragão Rocha

Uma profissional de grande valor nos deixou. Vá em paz, Dulce.

Celma Fraga

Estou impactada. Irreparável essa perda. Não sabemos o dia e a hora.

José Lauricio Kaefer

Obrigado por tudo que ensinou. Fique com Deus.

Fabiana Koch

Ainda não acredito. Foi a professora que me inspirou e me fez seguir seus passos!!!

Luiza Avila

Que susto! Tristeza imensa ao ler a notícia quase inacreditável! Gratidão, Dulce, por toda singeleza nas palavras certas, por todo carinho em cada Mandala desenhada e sabiamente explicada. Pas Divina!

Paulo Lacerda Leão

É lamentável a perda física de tão forte personagem. Dulce, é triste não saber a razão de sua morte. Grato, Dulce, por tudo!

Clane Gonçalves

Vieste neste mundo para nos ensinar a conviver melhor com nossos diferentes talentos! Aprendi muito e muita ajuda encontrei em todas as tuas palestras. Assisti e continuo assistindo!! Vai em paz, grande mulher, grande espírito tão cheio de sabedoria! Sim, encontro sentido em tudo que postastes! Conseguiste, sim, ensinar muito para muitas pessoas!

Comentar

Adicione um comentário: