As grandes oportunidades para empreender em 2017

Sebrae revela onde estão os negócios mais promissores no país

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Sebrae revela negócios promissores no Brasil

Necessidade ou oportunidade? Empreender tornou-se a alternativa para milhares de brasileiros que perderam seus postos de trabalho. Diante das faltas de perspectiva para retomar os empregos, a busca por pequenos negócios ganhou adeptos no país. De janeiro a outubro, foram criadas mais de 1,7 milhão de empresas, o maior número para o período desde 2010, segundo pesquisa da Serasa Experian – sendo que 79% são MEIs (Micro Empreendedores Individuais). O setor de serviços continua sendo o mais procurado por quem inicia um empreendimento.

O segmento figura também no estudo do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) sobre os negócios mais promissores para este ano. As atividades que atendem necessidades básicas e que oferecem serviços de reparação tendem a registrar o maior crescimento. A pesquisa teve como base o comportamento da economia nos anos anteriores, o perfil de novas empresas e os segmentos com maior taxa de natalidade no ano passado.     

A alta em alguns ramos reflete a existência de uma maior demanda na área. A população continua crescendo e, mesmo em tempo de crise, não deixa de consumir esses produtos e serviços. Ou seja, o consumo permanece mesmo que as pessoas busquem alternativas mais baratas. “É importante o empresário acompanhar esse movimento para ter mais sucesso”, recomenda Guilherme Afif Domingos, presidente nacional do Sebrae. Veja, a seguir, a lista das atividades mais oportunas para 2017. 

- Alimentos e bebidas: Comércio de alimentos e bebidas, preparação de alimentos, restaurantes populares, lanchonetes, produtos de panificação, laticínios, doces e refeições prontas. 

- Construção: Comércio de material de construção, serviços de manutenção e reparação, obras de acabamento, artigos de serralheria e móveis de madeira.

- Estética e beleza: Salões de beleza, comércio de cosméticos e de produtos de higiene pessoal e perfumaria.

- Informática: Serviços de manutenção e reparação de computadores e equipamentos de informática, produção de softwares e comunicação multimídia.

- Produtos e serviços inovadores: Produtos e serviços que permitam aumentar a eficiência produtiva e a redução de custos de empresas.

- Serviços de reparação: Conserto e manutenção de veículos e de máquinas e equipamentos, e comércio de peças e acessórios para veículos usados.

- Serviços de saúde: Consultório médico, serviços ambulatoriais, fisioterapia, nutrição, venda de planos de saúde, comércio de medicamentos e de artigos de ótica.

- Serviços especializados: Serviços advocatícios, de engenharia, de comunicação, de gestão empresarial, de contabilidade, serviços domésticos e com foco na terceira idade.

- Vestuário: Confecção, comércio de vestuário, de acessórios e de bijuterias.


leia também

Dilma diz que sofreu segundo golpe de Estado na vida - Ex-presidente afirmou que recorrerá contra o que chamou de “fraude”

"Carnaval à vista" - Embora reconheça a exuberância da festa carioca, é para o eixo Recife-Olinda que se voltam meus afetos

A necessidade de controlar a internet nas empresas - O mau uso pode causar até mesmo demissão por justa causa

A nova economia em debate no BS Festival 2018 - Evento reuniu mais de 1,5 mil pessoas no Sul para refletir sobre empreendedorismo e futuro dos negócios

A pedra no caminho das startups brasileiras - Parcerias com grandes empresas é o maior dos desafios, alerta Anpei

A profissão onde o salário pode ser de até R$ 100 mil - Síndicos profissionais administram vários condomínios ao mesmo tempo

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: