SEBRAE/RS apresenta planos de atuação para 2017

Instituição quer diminuir o tempo para formalizar empresas no Estado

Por Dirceu Chirivino

dirceu@amanha.com.br

Diretor-superintendente do SEBRAE/RS, Derly Fialho

Estimular o empreendedorismo e fortalecer os pequenos negócios serão os pilares estratégicos que nortearão as ações do SEBRAE/RS neste ano. Os projetos foram apresentados nesta terça-feira (10), em Porto Alegre (RS). Para robustecer os pequenos negócios, por exemplo, o SEBRAE/RS seguirá atuando para implementar a Rede Nacional para Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (REDESIMPLES) em mais 20 municípios do Estado. Até dezembro de 2016, 80 cidades já haviam simplificado seus processos, beneficiando os empreendedores na abertura e legalização de empresas.  

Outro grande passo dentro do projeto de implantação da REDESIMPLES é o Registro Digital. A ação possibilitará que o empreendedor realize os serviços de registro de atos empresariais pela internet. Os contadores poderão enviar o contrato social eletronicamente, com certificação digital, e realizar praticamente todas as entradas de documentos sem ter de sair do escritório. Desde 2009, todos os novos processos já saem digitalizados. Do total de documentos em acervo físico da Junta Comercial do RS (Jucis/RS) – 24 milhões –, 9 milhões já foram colocados em ambiente digital. A expectativa é finalizar esse trabalho até dezembro de 2018. Com a implementação da REDESIMPLES, o SEBRAE/RS pretende diminuir o tempo de formalização de empresas no Rio Grande do Sul, previsto hoje em 31 dias nos municípios que aderiram à Rede. 

O diretor-superintendente do SEBRAE/RS, Derly Fialho (foto), também fez um balanço da atuação do Programa LIDER – Liderança para o Desenvolvimento Regional, que teve início em abril de 2015 nas regiões da Campanha e da Fronteira Oeste. Em cada uma delas, grupos compostos por representantes dos setores público e privado e terceiro setor foram estimulados a elencarem as prioridades locais para construírem um plano de desenvolvimento regional. A região Sul do Rio Grande do Sul, onde o LIDER foi realizado de forma pioneira em 2008, juntou-se a essas duas regiões, em meados de 2015, para revisão e atualização da estratégia. Fialho explica que a partir de agora, cada grupo, munido do seu plano de desenvolvimento, promoverá articulações locais a partir dos eixos estratégicos definidos como prioridade em favor do crescimento regional. “O LIDER é um grande trabalho de mobilização junto às principais lideranças regionais tendo em vista promover a construção de caminhos empreendedores e políticas públicas que fomentem o desenvolvimento regional. A partir de agora, temos 126 líderes de 43 municípios que estão mobilizados para fortalecer uma economia que representa 10,6% do PIB do Estado e, até pouco tempo, vista como a região mais deprimida do Estado”, sintetiza Fialho. 

SEBRAE mais digital
Para aproximar-se ainda mais dos empreendedores gaúchos, o SEBRAE/RS implementa este ano uma nova forma de relacionamento, tanto no que se refere ao atendimento presencial das empresas quanto ao virtual. Desde o dia 2 de janeiro os técnicos realizam atendimento presencial nas empresas de micro e pequeno portes, buscando conhecer e compreender a realidade e as necessidades dos pequenos negócios gaúchos. 

O novo modelo de atendimento está fundamentado no conceito de relacionamento, em que o SEBRAE/RS, mediante diagnóstico e plano de ação específico para cada empresa, conscientiza o empreendedor de que existem oportunidades de melhoria e de que estas poderão ser desenvolvidas por soluções e ferramentas do SEBRAE ou de outras instituições. A meta para este ano é atender 800 empresas, 600 de forma ativa ou receptiva, e 200 através de parcerias.

Na segunda quinzena de janeiro, entra no ar o novo portal com páginas segmentadas e conteúdo exclusivo de 20 setores prioritários para a economia gaúcha. O site disponibilizará aos empreendedores cursos, palestras e consultorias on-line, além de e-books, infográficos e vídeos sobre empreendedorismo. O conteúdo local também está reforçado com o oferecimento de cursos on-line. Outra novidade é a opção para que o cliente efetue inscrições em cursos, palestras e eventos presenciais no site. Estas duas opções (canal EAD e e-commerce) estarão disponíveis até março. De forma digital, o SEBRAE/RS pretende realizar 60 mil atendimentos até dezembro.  



leia também

As grandes oportunidades para empreender em 2017 - Sebrae revela onde estão os negócios mais promissores no país

Catarinense Voe Ideias busca consolidação no RS - Empresa promoverá ações de marcas nacionais interessadas no Estado

Etapa paranaense do MPE Brasil condecora 6 empresas - Cases passam a ser referência para outras companhias

Fiesc lança Câmara de Desenvolvimento de MPEs - Empresas desse porte respondem por 35,1% do PIB de Santa Catarina

Governo vai liberar R$ 8,2 bi para pequenos empresários - Um dos objetivos é estimular a geração de empregos

MPEs do Sul ganham destaque nacional - Quatro dos dez prêmios foram conquistados pela região

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: