Carlos Biedermann deixa PwC

Sócio na região sul por 13 anos, o executivo se dedicará à consultoria na área de governança

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Carlos Biedermann deixa PwC

Carlos Biedermann (foto), sócio da PwC na região sul, está deixando o posto depois de 13 anos. Aos 61 anos, Biedermann se desligará da operação em julho para prestar consultoria na área de governança. Entre seus primeiros clientes está o Grupo Algar, de Minas Gerais. A decisão de se desligar da PwC já estava traçada havia mais de uma década – mais precisamente desde 2002 quando Biedermann passou a fazer parte do quadro da consultoria norte-americana. “Uma das minhas senhas era 2012, o ano que eu planejava deixar a PwC. Porém, fui prorrogando até agora tendo em vista os pedidos dos outros sócios, que atendi prontamente”, conta Biedermann que, pelas regras de governança da PwC, poderia ficar na empresa por mais dois anos.

Biedermann faz um balanço positivo da sua passagem pela PwC. “Se eu pudesse resumir em uma frase, poderia dizer que tenho maior satisfação em ter ajudado a formar um grupo excepcional de pessoas que trabalham comigo e, que aos poucos, também foram se tornando amigos”, revela, emocionado. Sob seu comando ainda estão 400 funcionários distribuídos pelo Paraná, por Santa Catarina e pelo Rio Grande do Sul. Parte dessa equipe, aliás, dá o lastro técnico para a elaboração do anuário GRANDES & LÍDERES – 500 MAIORES DO SUL, o mais tradicional ranking regional de empresas do país que, em 2015, completa 25 anos.

Entre seus legados, Biedermann enumera a conquista da liderança do mercado no sul e o fortalecimento da consultoria para as empresas da região, com a abertura dos escritórios da PwC em Maringá (PR), Florianópolis (SC) e Caxias do Sul (RS). No rol das conquistas ainda está o importante processo de auxílio à implantação das novas regras da Lei Sarbanes-Oxley, que passaram a valer também para algumas grandes corporações brasileiras que fazem operações financeiras no exterior. Prova do fortalecimento da grife na região é a liderança da PwC na categoria Consultoria de Gestão no Top Executivo, pesquisa feita por AMANHÃ e Segmento com uma centena de presidentes, vice-presidentes e diretores das companhias gaúchas presentes entre as 500 MAIORES DO SUL. A PwC lidera a categoria nas últimas quatro edições.

No ano passado, Biedermann, que também preside a Associação dos Dirigentes de Marketing e Vendas do Brasil (ADVB-RS), recebeu o Prêmio Líderes & Vencedores. A condecoração homenageia, há 20 anos, algumas das personalidades políticas, comunitárias e empresariais de maior destaque no ano. O prêmio é uma iniciativa da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul e da Federação das Associações Comerciais e de Serviços do Rio Grande do Sul (Federasul).


leia também

comentarios




Jose Antonio Bazzoni

Tive a oportunidade de trabalhar com Carlos Biedermann e sua equipe em 1998,1999 e ano 2000. Um grande líder. Muito sucesso e parabéns .

Joao Verner Juenemann

Convivo ha muitos anos com o Biedermann, acompanhando a sua trajetoria de sucesso na atividade da auditoria independente.

Antonio Manoel do Amaral Merces

Desejo sucesso nesta nova etapa de sua vida profissional.

Vladimir Barcellos Bidniuk

Tive oportunidades de convívio com o Biedermann e o previlégio de seu apoio em minhas iniciativas no IBGC, bem como, de acompanhar sua condução e liderança à frente da PwC. Desejo a você, Carlos, todo sucesso em seu novo empreendimento. Parabéns e um forte abraço.

Rubem Prux

Tive o prazer de conhecê-lo quando era gerente de impostos no Grupo Gerdau. Carlos sempre muito competente e profissional. Desejo sucesso em seu novo empreendimento.

Comentar

Adicione um comentário: