Plano de Modernização é necessário, sustenta Sartori

Governador frisou que, se nada tivesse sido feito, a situação seria pior

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Plano de Modernização não é necessidade, defende José Ivo Sartori

Em encontro com jornalistas gaúchos nesta sexta-feira (25), o governador José Ivo Sartori (foto) esclareceu as medidas de reestruturação da máquina pública e ajuste fiscal anunciadas esta semana e enviadas à Assembleia Legislativa. "As medidas de modernização do Estado devem ser debatidas, mas é preciso que todos tenham consciência de que não é uma questão de ideologia, é de necessidade. É uma mudança estrutural. Um desafio que tem que ser enfrentado por todos", sustentou.

Sartori defendeu que chegou a hora de olhar para a frente e saber que Estado se quer. "Que Estado a sociedade, pagadora de impostos, pode suportar?", questionou. Sartori enfatizou que o governo não tem Plano B. "Essas mudanças não são para mim ou para a minha administração. São para dar condições de governabilidade aos próximos que vierem, que podem ser de qualquer partido", reiterou. Ao citar todas as medidas tomadas pelo governo desde 1º de janeiro de 2015, quando assumiu, Sartori salientou que, se nada tivesse sido feito, a situação seria ainda pior. 

Neste ano, o déficit é de cerca de R$ 2,6 bilhões. Para 2017, a projeção é de que passará de R$ 5 bilhões. O acumulado em 2018 deverá chegar a R$ 8,8 bilhões. "Isso é o que vai ocorrer se deixarmos as coisas do jeito que estão. Mas se não tivéssemos feito nada, o déficit seria de R$ 25 bilhões em 2018 – quase metade do orçamento", anunciou.



leia também

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: