Quais serão os próximos passos da Petrobras?

Para Aldemir Bendine, “uma página foi virada e uma nova fase se inicia”

Por Infomoney

Quais serão os próximos passos da Petrobras?

Enfim o balanço da Petrobras  saiu e a transparência da estatal agradou, embora os números tenham vindo piores do que o esperado. Foram R$ 21,5 bilhões de prejuízo no exercício de 2014, com R$ 44,6 bilhões de desvalorização de ativos e R$ 6,1 bilhões de perdas por conta de corrupção. Após a divulgação, o presidente da companhia,  (foto), comentou os resultados, afirmando que "uma página foi virada e uma nova fase se inicia" para a petroleira e ainda ressaltou que, com a perda contábil bilionária, a companhia não pagará dividendos referentes ao resultado do exercício fiscal de 2014.

Marque na agenda: Bendine ainda destacou que a previsão para divulgar o balanço do primeiro trimestre deste ano é dia 15 de maio. Já o novo plano de investimentos de cinco anos deve sair dentro de trinta dias. Confira os principais destaques da fala do CEO da Petrobras:

1. "Cumprimos com a obrigação legal de ter um balanço crível e auditado e passamos a um segundo desafio. O corpo gerencial se reúne para fazer revisitação do plano de negócios e em aproximadamente 30 dias devemos voltar a público."

2. "A Petrobras transpôs uma importante barreira, após um esforço coletivo, que evidencia nossa capacidade de superação de desafios em um contexto adverso."

3. "Mesmo com todas as dificuldades que a empresa enfrentou, a companhia não vai entrar num sistema de paralisia. A Petrobras tem capacidade de investimento muito alto e a gente sabe da importância disso para a economia brasileira."

4. "Desenvolvemos uma metodologia para estimar os gastos adicionais frutos do esquema de pagamentos indevidos revelado pela Operação Lava Jato. As baixas referentes a esses gastos adicionais impostos por esse esquema foram reconhecidas no terceiro trimestre de 2014 [...] Todas as medidas judiciais e jurídicas possíveis que a gente tem a nosso alcance temos exercitado. Esses processos ainda estão muito no início, não temos informações mais detalhadas de como vão se desenvolver. A empresa ruma para o esclarecimento completo dos desvios."

5. "A Petrobras fará todos os esforços para que possa reaver o maior valor possível diante desses feitos [de corrupção]. Não temos outra alternativa que não seja essa. A empresa vai agir com o máximo rigor e buscar todos os valores, seja das pessoas que praticaram esses processos, assim como de empresas."

6. "Ativo de pré-sal em produção, esqueça, não vendemos. Ativos em exploração, onde exista dificuldade técnica, poderemos, sim. Pré-sal, pós-sal. Onde tivermos risco vamos procurar mitigar esse risco. Caso não tenhamos a técnica ou tenha um risco muito elevado, buscar um parceiro para nos ajudar no projeto. Isso ainda não está feito."

7. "Estamos revendo nossos investimentos com o objetivo de priorizar a área de exploração e produção de petróleo e gás, nosso segmento mais rentável. Almejamos construir um plano sustentável sob a ótica do fluxo de caixa, levando em consideração os potenciais impactos na cadeia de suprimentos e, por conseguinte, na nossa curva de produção."


leia também

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: