Kepler Weber acumula receita de R$ 325 mi no ano

Empresa vê sinais de melhora no mercado de armazenagem de grãos

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Kepler Weber acumula receita de R$ 325 milhões até setembro

A Kepler Weber (foto) anunciou nesta segunda-feira (14) os resultados do terceiro trimestre. A receita líquida atingiu R$ 120,9 milhões, redução de 40,4% em relação ao mesmo período de 2015. No acumulado do ano, o faturamento soma R$ 325 milhões, uma retração de 32,6%. Entre julho e setembro, o lucro líquido chegou a R$ 2,3 milhões, queda de 65,5% em relação ao mesmo intervalo de 2015. Porém, os ganhos não foram suficientes para amenizar o prejuízo acumulado de R$ 10,9 milhões, valor 58,3% superior ao alcançado entre janeiro e setembro de 2015. 

Mesmo diante desses resultados, Oliver Colas, vice-presidente e diretor de RI da Kepler, identifica que os sinais de retomada do mercado, notados a partir de abril, se concretizaram no terceiro trimestre. “Observamos no segundo trimestre a inversão da desconfiança dos investidores a partir de um maior número de cotações e pedidos. O trimestre atual confirmou este cenário tanto pelo desfecho da crise política como quanto pelo anúncio de uma série de medidas econômicas visando o retorno do equilíbrio fiscal”, explica Colas. O executivo ressalta que o nível de entrada dos pedidos neste terceiro trimestre já é cerca de 50% acima do nível observado na primeira metade do ano. Esta progressão se deve à melhora do contexto econômico, aliada ao efeito da sazonalidade inerente ao agronegócio, no qual historicamente o segundo semestre mantém um maior número de investimentos por parte de produtores, cooperativas e indústrias. 

Outro fator favorável à atividade carro-chefe da companhia, a armazenagem, e suas demais soluções e produtos para a etapa pós-colheita da cadeira produtiva de grãos, é a excelente projeção de produção agrícola. Segundo Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a safra de 2016/2017 pode aumentar em até 15,6%, variando entre 201,9 milhões de toneladas a 215,1 milhões de toneladas de grãos – elemento que abre boas perspectivas de crescimento da Kepler para os próximos meses.

leia também

AGCO compra fatia do BB e Previ na Kepler Weber - A dona da Massey Ferguson deverá ter 65% do capital da Kepler

Aurora amplia capacidade de armazenagem de grãos - Cooperativa investe mais de R$ 20 milhões em silos no MS

Conab estima queda de 5,4% na safra de grãos - Produção brasileira deve chegar a 196,5 milhões de toneladas

Conab prevê queda de 9,5% na safra de grãos 2015/2016 - Resultado cai devido ao recorde alcançado na produção de 2014/2015

CVM manda Kepler refazer contrato de venda com a AGCO - Multinacional anunciou que fecharia o capital da fabricante de silos

Estimativas do IBGE indicam safra menor em 2016 - Região Sul deve colher 74,6 milhões de toneladas

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: